Ágino – Dicionário Online de Português

Ágino   Dicionário Online de Português

Compartilhar

ágino

Significado de Ágino

adjetivo [Botânica] O mesmo que agínico.Etimologia (origem da palavra ágino). Do grego ágynos.

Definição de Ágino

Classe gramatical: adjetivo Separação silábica: a-gi-na

ágino

Outras informações sobre a palavra

Possui 5 letras possui as vogais: a i o Possui as consoantes: g n A palavra escrita ao contrário: onigá

Rimas com ágino

  • dodecágino
  • decágino
  • heptágino
  • pentágino
  • eneágino
  • hendecágino
  • hexágino
  • tetrágino

Os Anagramas de ágino

Cultura Helenística – Toda Matéria

A Cultura Helenística ou Helenismo foi o resultado da fusão dos elementos da cultura helênica grega com a cultura ocidental, destacando-se com elementos originais e marcantes, que caracterizou as regiões conquistadas pelo Império de Alexandre Magno.

Hélade, região entre a Grécia central e a do norte, cujos habitantes, os helenos, emprestaram seu nome à civilização helenística, que se estendeu Oriente afora, por meio não só de uma língua comum (koiné) mas também através das práticas da educação, do artesanato, do comércio e da escultura.

Durante 13 anos Alexandre Magno (336-323 a.C.) conquistou o Egito, a Mesopotâmia, a Síria, a Pérsia e chegou até a Índia.

Com a Macedônia e a Grécia, estas regiões formaram o maior império até então conhecido. Suas conquistas favoreceram o surgimento de uma nova cultura herdada da grega, mas diferente dela pela enorme dosagem de elementos orientais – chamada de “Cultura Helenística” ou “Helenismo”.

Ler mais

Cultura Helenística – Toda Matéria

Cultura Helenística   Toda Matéria

A Cultura Helenística ou Helenismo foi o resultado da fusão dos elementos da cultura helênica grega com a cultura ocidental, destacando-se com elementos originais e marcantes, que caracterizou as regiões conquistadas pelo Império de Alexandre Magno.

Hélade, região entre a Grécia central e a do norte, cujos habitantes, os helenos, emprestaram seu nome à civilização helenística, que se estendeu Oriente afora, por meio não só de uma língua comum (koiné) mas também através das práticas da educação, do artesanato, do comércio e da escultura.

Durante 13 anos Alexandre Magno (336-323 a.C.) conquistou o Egito, a Mesopotâmia, a Síria, a Pérsia e chegou até a Índia.

Com a Macedônia e a Grécia, estas regiões formaram o maior império até então conhecido. Suas conquistas favoreceram o surgimento de uma nova cultura herdada da grega, mas diferente dela pela enorme dosagem de elementos orientais – chamada de “Cultura Helenística” ou “Helenismo”.

Ler mais

A síndrome de Tietze – causas, sintomas e tratamentos – InfoEscola

A síndrome de Tietze é definida como uma condição benigna que leva à inflamação de uma ou mais cartilagens costais. Alexander Tietze, um cirurgião alemão, descreveu a doença pela primeira vez no ano de 1921.

Muitas pessoas acreditam que a síndrome de Tietze e osteocondrite são a mesma patologia. No entanto, ambos diferem pela inflamação das cartilagens costais, encontrada na síndrome em questão.

A verdadeira causa desta síndrome ainda não foi claramente elucidado. É sabido que, em muitos casos, surge devido à realização de esforço físico ou lesões causadas por tosse, abundante, espirros, vómitos, ou bate no peito. Tem sido descrita após os ataques de riso intenso. O estresse emocional pode ser um fator agravante para essa síndrome, mas não representam uma causa direta.

A manifestação clínica inicial é uma dor forte no peito, em associação com o inchaço das cartilagens afetado, facilmente detectável no exame físico. A dor pode ser semelhante a um ataque cardíaco, que pode levar à hiperventilação, ataques de ansiedade, ataques de pânico e paralisia temporária. Esta doença é considerada benigna, embora muitas vezes debilitante, desaparecendo dentro de 12 semanas. No entanto, em muitos casos, o quadro pode ser crônica.

Ler mais

A síndrome de Tietze – causas, sintomas e tratamentos – InfoEscola

A síndrome de Tietze é definida como uma condição benigna que leva à inflamação de uma ou mais cartilagens costais. Alexander Tietze, um cirurgião alemão, descreveu a doença pela primeira vez no ano de 1921.

Muitas pessoas acreditam que a síndrome de Tietze e osteocondrite são a mesma patologia. No entanto, ambos diferem pela inflamação das cartilagens costais, encontrada na síndrome em questão.

A verdadeira causa desta síndrome ainda não foi claramente elucidado. É sabido que, em muitos casos, surge devido à realização de esforço físico ou lesões causadas por tosse, abundante, espirros, vómitos, ou bate no peito. Tem sido descrita após os ataques de riso intenso. O estresse emocional pode ser um fator agravante para essa síndrome, mas não representam uma causa direta.

A manifestação clínica inicial é uma dor forte no peito, em associação com o inchaço das cartilagens afetado, facilmente detectável no exame físico. A dor pode ser semelhante a um ataque cardíaco, que pode levar à hiperventilação, ataques de ansiedade, ataques de pânico e paralisia temporária. Esta doença é considerada benigna, embora muitas vezes debilitante, desaparecendo dentro de 12 semanas. No entanto, em muitos casos, o quadro pode ser crônica.

Ler mais

A síndrome de Tietze – causas, sintomas e tratamentos – InfoEscola

A síndrome de Tietze é definida como uma condição benigna que leva à inflamação de uma ou mais cartilagens costais. Alexander Tietze, um cirurgião alemão, descreveu a doença pela primeira vez no ano de 1921.

Muitas pessoas acreditam que a síndrome de Tietze e osteocondrite são a mesma patologia. No entanto, ambos diferem pela inflamação das cartilagens costais, encontrada na síndrome em questão.

A verdadeira causa desta síndrome ainda não foi claramente elucidado. É sabido que, em muitos casos, surge devido à realização de esforço físico ou lesões causadas por tosse, abundante, espirros, vómitos, ou bate no peito. Tem sido descrita após os ataques de riso intenso. O estresse emocional pode ser um fator agravante para essa síndrome, mas não representam uma causa direta.

A manifestação clínica inicial é uma dor forte no peito, em associação com o inchaço das cartilagens afetado, facilmente detectável no exame físico. A dor pode ser semelhante a um ataque cardíaco, que pode levar à hiperventilação, ataques de ansiedade, ataques de pânico e paralisia temporária. Esta doença é considerada benigna, embora muitas vezes debilitante, desaparecendo dentro de 12 semanas. No entanto, em muitos casos, o quadro pode ser crônica.

Ler mais

West Virginia – Estados Unidos – InfoEscola

O nascimento de West Virginia, nos leva de volta ao período da Guerra Civil Americana, a era em que os Estados Unidos foram divididos em frentes (região Sul) e contra a escravidão (região Norte). Naquela época, o estado da Virgínia, e foi entre os territórios que eram a favor da escravidão. Aconteceu que os municípios que compõem a parte noroeste da Virgínia foram contra a escravidão, e separada do resto do território, dando origem a Virgínia Ocidental, que é atualmente um dos 50 estados dos Estados Unidos, tem 63 mil km2 e tem uma população estimada em 1.816.856 habitantes.

De acordo com informações do U. S. Census Bureau, publicado em 2010, o estado de West Virginia tem uma população composta por 93% de brancos que não são de origem hispânica, 3% afro-americanos, 1% de origem hispânica, e o restante consistindo de grupos étnicos que compõem, respectivamente, os asiáticos e ameríndios.

Ler mais

Bandeira da Bélgica – cores, significados, história

Bandeira da Bélgica hasteada

Bandeira da Bélgica hasteada

 

DADOS E INFORMAÇÕES SOBRE A BANDEIRA DA BÉLGICA:

Composição

A bandeira da Bélgica é composta por três listras verticais nas cores preta, amarela e vermelha (da esquerda para a direita). 

 

Adoção 

A bandeira foi adotada em 23 de janeiro de 1831, um ano após a Bélgica ter conquistado a independência da Holanda.

 

Origem do formato e das cores 

O formato de três listras foi inspirado na bandeira da França. Já as cores foram retiradas do brasão de armas dos duques de Brabante (região entre a Bélgica e a Holanda). A proporção do formato é de 13:15, pouco utilizado em bandeiras.

Ler mais

O que é glúten e por que dizem que isso deve ser evitado em nossa dieta?

O que é o glúten e por que dizem que ele deve ser evitado na nossa dieta?

Há muitos alimentos que consumimos que pode ser potencialmente perigoso para a nossa saúde. O glúten, de acordo com más línguas, é um deles. Explicando de uma forma simples, o glúten é uma combinação, resultado da mistura de várias proteínas. Para aumentar o índice glicêmico em nosso corpo (além de outros fatores), ele é visto como um vilão que está fazendo dieta.

A frase “contém glúten“, encontrado em embalagens de vários produtos alimentares, destina-se a alertar as pessoas com intolerância ou reações alérgicas a esta proteína, para que não consomem esses alimentos.

O glúten aparece normalmente combinado com outras proteínas vegetais, tais como albuminas e globulinas, e também em combinação com o amido desses grãos, sendo responsável pela elasticidade da massa composta pela mistura de farinha e água.

Ler mais

10 técnicas secretas que a polícia usa para detectar mentiras

10 técnicas secretas que os policiais usam para detectar mentiras

Em determinadas situações é quase impossível ficar guardados de ter que contar uma “mentirinha”. Quando alguém pergunta se estamos bem, por exemplo, na maioria das vezes que geralmente respondem que somos, mesmo se na verdade somos um pouco triste ou chateado.

Por outro lado, existem as mentiras, digamos, maior. Que pode representar um desvio da natureza, ou que estão querendo esconder alguma coisa um pouco mais séria. Para evitar que as pessoas se escondem algo que você precisa saber, como um crime, por exemplo, a polícia desenvolveu algumas técnicas para detectar mentiras sem ter que colocar o suspeito em uma máquina de verdade.

1. Desviar o olhar

Ler mais