Guerrilha urbana – Sociedade – InfoEscola

A guerrilha urbana ocorre quando uma força estabelecida – como o Exército ou a polícia, é confrontado com uma força de guerrilha, que faz uso de táticas de guerra adaptado ao ambiente urbano. Resultado da industrialização, o fenômeno tomou forma a partir da aglomeração de pessoas, que se originou a partir dos centros urbanos. Dentro deste contexto, as técnicas que foram anteriormente utilizados apenas em campos de batalha começou a ser aplicada no ambiente das cidades.

Considerado o mentor da guerrilha urbana, Michael Collins – o criador do IRA (Exército Republicano Irlandês), fundou o grupo que realizou uma das primeiras ações de guerra na cidade. Em 1919, os guerrilheiros chamados de “os Doze Apóstolos,” unida na cidade de Dublin, capital da Irlanda. Esta unidade foi a caça e o corte dos serviços de inteligência britânicos e foi considerado para ser o primeiro a iniciar uma ação de guerrilha urbana. Até a década de 1960, a guerrilha ocorreu mais nas zonas rurais, mas as limitações nestas áreas foram, eventualmente, para minar as estratégias.

Na América latina, a guerrilha no campo tem demonstrado eficácia na luta armada em Cuba, levando Fidel Castro ao poder, que tornam a ilha num país socialista. O ponto culminante deste período ocorreu na campanha que teve a liderança de Che Guevara, primeiro em Cuba e na Bolívia, onde o guerrilheiro foi morto. No entanto, em outros países da américa latina, a luta não teve o mesmo efeito.

No entanto, nem todos os grupos de guerrilha urbana pode ser considerado violento. Nos Estados Unidos, o Black Panthers – que visa proteger o povo negro da brutalidade policial, e os territórios ocupados para formar paramilitares para formar guetos de auto-proteção. Movimentos semelhantes a esse têm ocorrido na Alemanha, com o “Autonomen”, e na Itália, com a “Autonomia”. Ambos estavam envolvidos com a violência política nas cidades, mas não tinha sido capaz de realizar a guerra de guerrilha em áreas urbanas.

No Brasil, Carlos Marighella – líder da Ação libertadora Nacional (ALN), ele desenvolveu o Manual da Guerrilha Urbana, adotado posteriormente por muitos países. No material publicado é a definição de guerrilha urbana: “ele é um homem que luta contra uma ditadura militar com armas, utilizando métodos não convencionais. Um revolucionário político e um patriota ardente, ele é um lutador pela libertação de seu país, um amigo do povo e da liberdade. A área na qual o guerrilheiro urbano atua são as grandes cidades brasileiras. Há também muitos bandidos, conhecidos como criminosos, que atuam nas grandes cidades. Muitas vezes assaltos por criminosos, são interpretados como ações de guerrilha”.

Fontes:http://www.marxists.org/portugues/marighella/1969/manual/cap01.htm#1http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/2013/06/1295231-jornalista-conta-historia-do-minimanual-do-guerrilheiro-urbano-veja.shtmlhttp://www.germanguerilla.com/red-army-faction/documents/71_04.htmlhttp://en.wikipedia.org/wiki/Urban_guerrilla_warfare

Guerrilha urbana – Sociedade – InfoEscola
Classifique esse artigo

Deixe um comentário