Ilha de Java – a ilha dos vulcões

A Indonésia é um país com riquezas naturais lindísimas e não é a toa que é um dos destinos mais procurados por turistas que buscam paisagens naturais. O destino que mais se destaca é a principal ilha do país: a Ilha de Java.

A ilha é repleta de belezas naturais e de manifestações culturais marcantes e belas.

Veja também outros artigos relacionados à Geografia.

A origem da Ilha de Java

Durante um longo período a ilha de Java foi um importante reino hindu, muito poderoso militarmente, e, consequentemente, exercia domínio por toda a região.

Porém, durante o período colonial, a Companhia Neerlandesa das Índias Orientais tomou a ilha e a tornou seu principal território.

Dados da Ilha de Java

Possui um território de 132000 km², cercada pelo mar de Java e localizada entre as ilha de Bali e Sumatri.

É a ilha mais povoada do mundo, sendo assim, também, uma das regiões com maior denssidade demográfica do planeta. Possui, atualmente, mais de 124 milhões de habitantes, sendo cerca de 60% da população do país.

É popularmente conhecida como a ilha dos vulcões, por sua origem ser vulcânica e possuir mais de 30 vulcões em seu território, muitos deles ativos.

Também é muito reconhecida pelo cultivo de arroz, principal produto produzido do ponto de vista agrícola. Possui ótimas infra-estruturas, é altamente desenvolvida na indústria, sendo o centro da economia Indonésia.

Na ilha de Java se localizam importantes cidades da Indonésia, incuindo a capital Jacarta.

No turismo de destaca pelas belas paisagens naturais, dos arrozais e dos vulcões. Ainda são destaques templos hindus e budistas, de importância mundial, como os de Prambanan e Borobudur.

Vulcões

Como dito anteriormente a Ilha de Java é rica em vulcões, e entre eles o mais ativo da Indonésia: Monte Merapi com 2930 metros.  Confira alguns vulcões e suas respectivas extensões:

  • Monte Gede – 2958 metros.
  • Monte Pangrango – 3019 metros.
  • Monte Tangkuban Parahu – 2084 metros.
  • Monte Papandayan – 2665 metros.
  • Monte Monte Kendang – 2608 metros.
  • Monte Guntur – 2249 metros.
  • Monte Galunggung – 2168 metros.
  • Monte Cereme – 3078 metros.
  • Slamet – 3432 metros.
  • Monte Dieng – 2565 metros.
  • Monte Sundoro – 3135 metros.
  • Monte Sumbing – 3371 metros.
  • Monte Ungaran – 2050 metros.
  • Monte Merbabu – 3145 metros.
  • Monte Merapi – 2930 metros.
  • Monte Lawu – 3265 metros.
  • Monte Wilis – 2563 metros.
  • Monte Kelut – 1731 metros.
  • Monte Arjuno-Welirang – 3339 metros.
  • Monte Semeru – 3676 metros.
  • Monte Bromo – 2329 metros.
  • Monte Iyang-Argapura – 3088 metros.
  • Monte Raung – 3332 metros.
  • Monte Ijen – 2799 metros.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Programa de Fidelidade da Azul: TudoAzul

comportamento

Quando você vai comprar uma passagem de avião, deve ter reparado em propagandas de programa de fidelidade da companhia aérea. Os programas de fidelidade são um ótimo negócio para aquelas pessoas que viajam muito. Pois pode trocar as milhas adquiridas por bilhetes aéreos ou algum produto ou serviço. O Toda Hora irá demonstrar como funciona o Programa de Fidelidade da Azul: TudoAzul.

Programa de Fidelidade da Azul

O TudoAzul é o Programa de Fidelidade da Azul. Dentre seus benefícios está a pontuação de bônus automática para os clientes no momento de seu cadastro. Seu número de CPF será o seu login para o programa.

Com o Programa de Fidelidade Azul você tem até dois anos para utilizar seus pontos, sem restrições de datas e assentos.

O TudoAzul é dividido em categorias e quanto mais pontos você possui a sua categoria evolui. O que ocasiona maiores vantangens e benefícios para você.

 

Como acumular pontos

O TudoAzul funciona com acúmulo de crédito. A cada compra realizada pelos cartões de crédito de um banco parceiro, 5% é direcionado para o seu cartão fidelidade. A partir de R$ 50,00 você pode utilizar o valor como desconto em compras.

Claramente você também acumula pontos voando pela Azul, a cada real gasto em uma compra de passagem aérea pode valer até 4 pontos.

A Azul tem ainda o Clube TudoAzul, que oferece 1.000 pontos mensalmente.

 

Como cadastrar no TudoAzul

Basta clicar neste link e fazer seu cadastro. São pedidos seguintes dados:

  • Nome completo.
  • CPF.
  • Data de nascimento.
  • E-mail e telefone.
  • CEP.

Você irá definir sua senha de acesso e ter acesso ao regulamento do plano de fidelização. Por fim, basta clicar em Cadastrar. Você receberá em seu e-mail a confirmação da adesão ao plano.

Pelo que posso trocar meus pontos

Os seus pontos acumulados podem ser trocados por produtos e serviços de empresas parceiras do Programa de Fidelidade, além de descontos em passagens aéreas Azul.

Dependendo da quantidade de pontos que você possui, é possível trocá-los por uma passagem aérea (exceto as taxas). O custo mínimo de um bilhete aéreo é de 5000 pontos.

O Programa de Fidelidade da Azul oferece ainda o Shopping TudoAzul, onde você pode trocar seus pontos por produtos.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Programa de Fidelidade da Gol: Smiles

Quando você vai comprar uma passagem de avião, deve ter reparado em propagandas de programa de fidelidade da companhia aérea. Os programas de fidelidade são um ótimo negócio para aquelas pessoas que viajam muito. Pois pode trocar as milhas adquiridas por bilhetes aéreos ou algum produto ou serviço. O Toda Hora irá demonstrar como funciona o Programa de Fidelidade da Gol: Smiles.

Programa de Fidelidade da Gol

O programa de fidelidade da gol, denominado Smiles, oferece a opção de acumular pontos com milhagens de todas as companhias aéreas participantes do programa. São elas: Air Frace, Delta Airlines e KLM.

O Smiles possui categorias de fidelização, a medida em que você acumula pontos você evolui de categoria. Com a evolução de categorias você tem acesso a novos benefícios, que não estavam disponíveis para categoriais inferiores. O prazo máximo para a utilização das suas milhas é de 3 anos.

No site do Programa de Fidelização, você encontra um menu muito interativo, onde pode escolher entre diversas opções, como: reativar milhas, verificar as empresas parceias, reservar passagens aéreas e tranferir potnos do cartão de crédito.

Como acumular pontos

Você acumula milhas com viagens aéreas, pela Gol ou alguma das outras companhias aéreas que aderem ao Smiles.

E também pode acumular pontos através de compras no cartão de crédito de empresas parceiras do programa. E você pode trocar seus pontos por passagens aéreas, produtos e serviços de empresas parceiras do programa, como, por exemplo, hospedagem em hoteis e aluguel de carros.

Clube Smiles

Um recurso do Smiles é o Clube Smiles. Com ele o afiliado pode acelerar o acúmulo de milhas, recebendo mesnalmente uma determinada quandtidade de milhas, de acordo com o plano escolhido. Funciona como milhas bônus.

Como cadastrar no Smiles

Basta clicar neste link e fazer seu cadastro. São pedidos seguintes dados:Programa de Fidelidade da Gol

  • Nome completo.
  • Nacionalidade.
  • Idioma.
  • Gênero.
  • CPF.
  • Data de nascimento.
  • Número do passaporte.
  • E-mail e telefone.
  • Endereço.

Você irá definir sua senha de acesso e ter acesso ao regulamento do plano de fidelização. Por fim, basta clicar em Finalizar. Você receberá em seu e-mail a confirmação da adesão ao plano.

Pelo que posso trocar meus pontos

Com o programa Smiles você pode fazer um combo com dinheiro e milhas para comprar bilhetes de passagens aéreas (nacionais ou internacionais) das companhias aéreas que participam do programa de fidelização. Desse modo, se você não possui pontos suficientes para trocar pela passagem, basta pagar a diferença.

O Programa de Fidelidade da Gol oferece ainda o Shopping Smiles, onde você pode trocar seus pontos por produtos.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Programa de Fidelidade LATAM Fidelidade

libido

Quando você vai comprar uma passagem de avião, deve ter reparado em propagandas de programa de fidelidade da companhia aérea. Os programas de fidelidade são um ótimo negócio para aquelas pessoas que viajam muito. Pois pode trocar as milhas adquiridas por bilhetes aéreos ou algum produto ou serviço. O Toda Hora irá demonstrar como funciona o Programa de Fidelidade LATAM: LATAM Fidelidade.

O LATAM Fidelidade é o programa de fidelidade da empresa aérea LATAM, antiga TAM, e conta com diversos benefícios.

Programa de Fidelidade LATAM

No programa de fidelidade LATAM, o número do CPF é o número LATAM Fidelidade do associado. O LATA Fidelidade faz parte da maior rede de fidelização do país: a Rede Multiplus. Onde se pode acumular pontos de diversos parceiros do programa em uma única conta. Com esses pontos você pode adquirir passagens aéreas, produtos e serviços escolhidos.

Como acumular pontos

Você acumula pontos com milhagens de suas viagens pela LATAM, desde que no momento da compra você sinalize seu programa de fidelidade. Você também pode acumular pontos comprando em uma das empresas parceiras da Rede Multimplus, na LATAM Travel. Outra forma de acumular pontos é utilizando os seus cartões TAM Itaucard e Multiplus Itaucard, caso seja cliente.

Como cadastrar no LATAM Fidelidade

Basta clicar neste link e fazer seu cadastro na Rede Multiplus. São pedidos seguintes dados:

  • Nacionalidade.
  • Data de Nascimento.
  • CPF.
  • Nome completo.
  • Sexo.
  • E-mail e telefone.
  • Endereço.

Você irá definir suas senhas de acesso e de resgate e ter acesso ao regulamento do plano de fidelização. Por fim, basta clicar em Finalizar. Você receberá em seu e-mail a confirmação da adesão ao plano.

Pelo que posso trocar meus pontos

Você poderá trocar seus pontos acumulados por passasegens aéreas LATAM e companhias parceiras, por pacotes de viagens da LATAM Travel, por aluguel de carros, descontos em reservas de hoteis e diversos outros prosutos e serviços.

Regras de acúmulo

O LATAM Fidelidade possui categorias com números multiplicadores diferentes para viagens nacionais e internacionais. De acordo com a sua categoria LATAM Fidelidade, esses são os números multiplicadores:

Cálculo dos pontos em viagens nacionais

Para esse cálculo basta você multiplicar o número multiplicador para voos domésticos correspondente à sua categoria pelo o valor gasto em sua passagem em reais. Valores de taxas não são inclusos no cálculo.

Exemplo: Se sua passagem de Curitiba para Salvador custou 500 reais e você é da categoria Gold: 500 x 4 = 2000 pontos Multiplus.

Cálculo dos pontos em viagens internacionais

Para esse cálculo basta você multiplicar o número multiplicador para voos internacionais correspondente à sua categoria pelo o valor gasto em sua passagem em dólares. Valores de taxas não são inclusos no cálculo.

Exemplo: Se sua passagem de São Paulo para Buenos Aires custou 300 dólares e você é da categoria Gold: 300 x 8 = 2400 pontos Multiplus.

Lembrando que o acúmulo máximo de pontos por trecho é de 60.000.

Resgate de pontos por voos LATAM

Seus pontos podem ser trocados por passagens aéreas nacionais e internacionais da LATAM. Alguns fatores podem afetar a quantidade de pontos necessários para que você consiga resgatar a passagem, como:

  • Antecedência da reserva.
  • Data da viagem.
  • Destino.
  • Rota.
  • Horários.
  • Disponibilidade de assentos.

Recomenda-se fazer a reserva o quanto antes, para ser preciso utilizar menos pontos.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Como recuperar senha do Outlook

Atualmente, precisamos usar o e-mail o tempo todo. Sempre quando criamos a conta em um site, fazemos compras online ou temos que entrar em contato com alguma instituição, o principal meio de comunicação é o e-mail. Porém, alguns serviços exigem uma determinada conta de e-mail, por isso, a gente acaba criando várias contas que não usamos regularmente. Por esse motivo, é natural que você se esqueça da senha de alguma delas. Sendo assim, vamos explicar como recuperar senha do Outlook.

Como recuperar senha do Outlook

1 – Abra o site do Outlook.

2 – Digite o nome do e-mail que você quer recuperar a senha e aperte o botão “Próximo”.

3 – Clique na opção “Esqueci minha senha”.

Como recuperar senha do Outlook - esqueci minha senha

4 – Marque a opção “Esqueci minha senha” e aperte “Próximo”. Observe que se você tem certeza que está digitando a sua senha corretamente, mas mesmo assim não está conseguindo entrar na sua conta, você pode marcar a opção “Sei minha senha, mas não consigo entrar”.

Como recuperar senha do Outlook - por que você não consegue entrar?

5 – Coloque o e-mail que você quer recuperar, onde está a faixa preta na figura abaixo. Digite as letras mostradas na imagem, como foi feito no exemplo.

Caso você não consiga identificar alguma das letras, você pode clicar no botão “Novo” para que uma nova sequência de letras seja mostrada.

Você também tem a opção Áudio. Nessa opção, você deve inserir as letras que escutar no áudio.

Como recuperar senha do Outlook - Recuperar sua conta

6 – Se você tiver acesso ao e-mail alternativo cadastrado no Outlook, você pode selecionar a opção “Email para …”. Caso contrário, marque a opção “Não tenho nenhuma”. Para prosseguir, clique no botão “Próximo”.

Como recuperar senha do Outlook - Verificação da identidade

7 – Digite um e-mail que você tenha acesso, para que a Microsoft possa te dar informações de como recuperar a sua conta. O e-mail que será enviado é bem detalhado e você só precisará seguir as orientações para que consiga redefinir a sua senha e recuperar o acesso a sua conta.

Como recuperar senha do Outlook - e-mail para recuperar a conta

Entendeu como recuperar senha do Outlook?

Bem simples, não é mesmo? Além disso, é bem rápido. Agora você já sabe que se esquecer da sua senha novamente, você não precisará ficar preocupado.

Para ver outros artigos relacionados ao “Como recuperar senha do Outlook”, clique em tutoriais.

O que visitar em Budapeste

Para quem está indo para a capital da Hungria pela primeira vez, surge a dúvida sobre o que visitar em Budapeste.

Há diversos locais incríveis para serem visitados na cidade. Dê um mergulho em um dos famosos banhos da cidade, experimente a culinária local, confira algumas das lojas no mercado central, atravesse a Chain Bridge ou simplesmente sente-se e relaxe em um dos cafés do centro da cidade.

Antes de mais nada, é interessante saber que o rio Danúbio divide a cidade em dois lados: Buda e Peste.

O que visitar em Budapeste – Top 10

Parlamento

No lado Peste da cidade, encontra-se a sede do Parlamento. A poucos metros do Parlamento, têm-se o rio Danúbio. Nas margens do rio há réplicas de sapatos esculpidos em bronze, em homenagem aos judeus mortos durante a II Guerra Mundial.

Citadela

A Estátua da Liberdade fica no topo do Monte Gellért, no lado Buda, e a vista é maravilhosa.

Basílica de Santo Estêvão

Estêvão foi o primeiro rei da Hungria e se dedicou à cristianização dos povos magiares, fundando diversos mosteiros.

A basílica tem capacidade para mais de 8 mil pessoas e oferece uma vista linda do alto de sua cúpula.

É muito bem localizada, próxima a museus, praças, avenidas, entre outros lugares, que, se você estiver com tempo, vale a visita.

Mercado Central (Central Market Hall)

O Nagycsarnok é o mercado mais antigo da cidade. Conta com três andares de lojinhas de artesanato, souvenirs, vegetais, peixes, carnes e doces.

Ótima oportunidade para experimentar o lángos, comida típica, massa frita às vezes servida com o recheio escolhido.

Praça dos Heróis

A Praça dos Heróis possui uma sequência de colunas e estátuas das grandes personalidades da história húngara, e no centro, um obelisco com os sete líderes das tribos magiares aos pés do Anjo Gabriel.

Chain Bridge

Uma das seis pontes que ligam os dois lados da cidade. Foi a primeira ponte de ligação entre Buda e Peste construída.

O que visitar em Budapeste

Colina Castelo de Buda

Principais construções que sobreviveram ao período medieval. Há o Palácio Real, que começou a ser feito em 1308, a versão atual é de 1896, já que a construção foi interrompida e recomeçada seis vezes.

Nas áreas externas é possível visitar pátios e jardins com esculturas. Uma das melhores vistas de Budapeste pode ser vista  em Savoyai Terrace, um terraço de onde dá pra ver toda a cidade.

A Igreja Matias também é uma tração que vale a pena ser visitada, com seu telhado todo colorido.

O que visitar em Budapeste

Casas de banho termais

Um programa obrigatório são os banhos públicos termais tradicionais de Budapeste. Em Széchenyi, o espaço é enorme e inclui banheiras, jacuzzis e piscinas fechadas e ao ar livre, com diferentes temperaturas d’água.

Distrito Judeu

Gueto criado durante a Segunda Guerra, para selecionar os judeus para irem para os campos de concentração.

É onde fica a Grande Sinagoga, Museu Judaico da Hungria e o Memorial do Holocausto.

Ruin Pubs

Os Ruin Pubs são os pubs em ruínas, localizados em edifícios anteriormente abandonados na cidade e são pontos turísticos muito populares.

A maioria está aberta durante todo o ano, algumas são bares temporários ao ar livre, abertas de maio a setembro e algumas estão localizadas nas adegas de casas antigas.

Música ao vivo com as melhores bandas húngaras, decoração retro encantadora, atmosfera única e horário de abertura tardia tornam esses lugares perfeitos para a festa.

Também merecem uma visita o Museu de Belas Artes, Palácio da Arte e a Casa do Terror.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessas dicas de o que visitar em Budapeste, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Cidades históricas de Minas Gerais que valem a pena conhecer

kk

Quem gosta de viajar no tempo, entender a história do Brasil e ver de perto essa arquitetura colonial tão preservada não pode deixar de visitar essas cidades históricas de Minas Gerais.

Pois é, Minas Gerais não conquista apenas através da gastronomia não uai. Reunimos seis cidades mineiras que você precisa conhecer.

Ouro Preto

A cidade histórica mineira mais conhecida, conhecida pela arquitetura colonial. Se localiza em uma das principais área do cilo do ouro.

A cidade foi declarada pela UNESCO um Patrimônio da Humanidade. Com casarios coloniais e célebres igrejas que ilustram sua importância histórica e cultural.

Também é conhecida pelas atividades culturais, onde todo ano sedia o Festival de Inverno de Ouro Preto e Marina.

Mariana

Cidade vizinha a Ouro Preto, aonde pode se chegar através de um passeio de maria-fumaça saindo de Ouro Preto.

Suas igrejas barrocas são destaques, além de uma antiga mina desativada.

Foi a primeira capital de Minas Gerais.

Tiradentes

A cidade possui uma gastronomia sofisticada e um calendário agitado de eventos todo o ano, como a famosa Mostra de Cinema de Tiradentes.

A cidade parece ter parado no tempo.

Congonhas

Conhecida pela Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, onde estão os profetas de Aleijadinho.

Cidades históricas de Minas Gerais

São João Del Rey

Cidade histórica que cresceu muito além da região central, mas ao andar pela cidade ainda é possível admirar suas construções.

Na cidade é possível pegar a maria-fumaça com destino a Tiradentes.

Sabará

Possui alguns trechos históricos preservados. Possui um patrimônio cultural famoso por suas igrejas, casarões e chafarizes. A cidade é localizada na Grande Belo Horizonte.

Uma festa famosa da cidade é o Festival da Jabuticaba.

Se gostou dessas dicas de cidades históricas de Minas Gerais, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Como tirar o passaporte – Passo a passo

Para planejar qualquer viagem internacional, o primeiro passo é tirar o passaporte. Porém, muitas pessoas tem dúvida de como tirar o passaporte. Por isso, temos os passos detalhados para você.

Passo a passo de como tirar o passaporte

1 – Acesse o site da Polícia Federal, na divisão de passaporte.

2 – Tenha em mãos os seguintes documentos:

  • RG (Carteira de identidade);
  • CPF;
  • Certidão de nascimento, para casos de crianças que ainda não possuem RG;
  • Título de eleitor;
  • Certificado de reservistas, para homens acima de 18 anos;
  • Passaporte antigo, caso você queira a renovação.

3 – Preencha o formulário com os dados pedidos. Serão requisitados números dos documentos acima, dados pessoais e de endereço.

4 – Ainda no formulário, no último passo, escolha o local de atendimento. Que é o local onde você deverá comparecer para tirar o passaporte.

5 – No final será gerado um número de protocolo do pedido com um boleto no valor de R$ 257,25. Pague o boleto.

6 – Após o pagamento, retorne ao site e clique em “agendamento de atendimento” e escolha o melhor dia e horário para você de acordo com as opções disponibilizadas.

7 – No dia e horário marcado, compareça à unidade de atendimento escolhida e leve os todos os documentos utilizados para preencher o formulário e o comprovante de pagamento do boleto.

A foto do passaporte é retirada no local.

8 – Em uma semana você recebe um e-mail sinalizando que seu passaporte está pronto. Então, basta retirá-lo pessoalmente com um documento de identificação com foto. Vale ressaltar que esse documento seja o mesmo utilizado no dia em que fez o passaporte (podendo ser RG, Carteira de Trabalho ou CNH).

Os documentos oficiais com foto devem estar em bom estado de conservação e não ser antigo. Caso contrário, o atendente pode recusar o documento. Então, leve um reserva, por via das dúvidas.

Para tirar passaporte, renovar ou emitir segunda via, o procedimento é o mesmo.

O passaporte tem a validade de 10 anos, para maiores de 18 anos.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Itens indispensáveis em uma viagem

bugatti veyron super sport xl

Na hora de arrumar suas malas para aquela tão planejada viagem sempre surge a dúvida do que levar. Além de roupas, calçados, acessórios, documentos e artigos eletrônicos e de higiene, há itens indispensáveis em uma viagem.

Fizemos uma lista de alguns itens que julgamos essenciais para sua viagem:

Adaptador de tomada universal

Este é um item indispensável se você vai viajar para algum país que possua outro padrão de tomada. Você pode passar muita raiva caso não consiga utilizar seus produtos eletrônicos.

Este item é um adaptador para todos os tipos de entrada e saída.

Carregador portátil

Esse item é um dos mais importantes se você vive conectado. Não é sempre que você tem uma tomada a sua disposição. Sua bateria pode acabar a qualquer momento e você precisar de utilizar o seu aparelho. E não tem coisa mais chata do que voltar ao hotel para carregar o celular, não é?

Existem diversos modelos de carregadores portáteis. Vale a pena pesquisar e adquirir o que melhor lhe convém. Alguns dão até 8 cargas completas em seu aparelho.

Almofada de pescoço inflável

Sim! Almofada sim! É muito incômodo viajar, seja de ônibus, trem ou avião, e ficar horas com o pescoço em uma posição desconfortável. E porque inflável? Porque ninguém merece carregar mais um objeto que não é utilizado a todo momento, certo?

É útil, prático  e não ocupa espaço.

Fone de ouvido

Indispensável para qualquer viagem. E apesar de parecer óbvio muitas pessoas esquecem em casa.

Itens indispensáveis em uma viagemToalha de secagem rápida

Além de secar mais rápido, o tamanho é incrivelmente menor quando comparado a tolha comum. O que economiza um espaço ótimo na bagagem.

Livro

Sempre vai ter aquele momento em que você vai precisar esperar por algo. Durante o trajeto de uma viagem, esperando o ônibus, trem ou avião. E nada melhor que atualizar a leitura para quem é adepto. Um queridinho dos viajantes é o Kindle.

Se você gostou dessas dicas de itens indispensáveis em uma viagem, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Bagagens em aviões: o que pode e o que não pode

Diversas dúvidas surgem no momento da sua primeira viagem de avião, ou até mesmo entre passageiros mais experientes. E uma das principais dúvidas é em relação às bagagens em aviões: o que pode ser levado e o que não pode, além de peso máximo e quantidade.

Bagagens em aviões

Há dois tipos de bagagens, a despachada e a mala de mão.

Bagagem despachada

São as malas que vão no bagageiro do avião, as de maior volume. Ela é despachada no momento do check-in e entregue na chegada. No momento de despacho o passageiro recebe um comprovante de despacho da bagagem. Esse comprovante deve ser mantido para caso de conferência e em casos de extravio de bagagens.

As malas despachadas são pegas pelo passageiro na esteira referente ao seu voo. Para diferenciar sua bagagem é recomendado colocar etiquetas ou adesivos, já que podem haver malas iguais às suas.

Em casos de voos com conexão, não há regra fixa para onde se deve pegar a mala despachada. Na hora do check-in, a companhia aérea informa se o passageiro deve pegar a mala despachada no destino final ou se deve pegá-la na conexão e despachá-la novamente. Geralmente é retirada no destino final.

Limite de peso de bagagem

Geralmente você encontra essa informação no site da empresa ou no seu bilhete de reserva. De modo geral:

Em voos nacionais você pode despachar até 23 Kg de bagagem de acordo com a legislação brasileira. Esse peso pode ser distribuído entre mais de uma mala, contanto que não exceda o peso. Caso exceda, a empresa pode cobrar taxa por excesso de bagagem.

Em voos internacionais, depende do país de destino, podendo ser franquia por peça ou peso. Na franquia por peça, cada passageiro terá direito a duas malas de até 32 Kg cada. No caso de franquia por peso, na primeira classe é permitido um peso máximo de 40 Kg, na intermediária 30 Kg e na classe econômica 20 Kg.

Bagagem de mão

O passageiro também tem o direito de portar uma bagagem de mão, além de bolsa ou pasta. Na bagagem de mão geralmente são colocados objetos de valor, dinheiro, produtos eletrônicos e pertences pessoais.

Essa mala de mão pode ser pesada ou medida na hora do check-in, de acordo com as normas da companhia. No embarque e desembarque ela passa por raio-X e pode ser inspecionada pela polícia federal. A bagagem de mão deve ser colocado no compartimento de bagagem.

Em voos nacionais, o peso máximo da bagagem de mão é de 5 Kg e a bagagem deve ter no máximo 115 cm, somando-se altura, largura e comprimento.

Em voos internacionais, a restrição pode variar, mas geralmente é a mesma, variando somente o peso máximo permitido.

O que pode levar como bagagem de mão

Segundo a Anac:

  • Uma bolsa de mão, que possa ser acomodado embaixo do assento ou no compartimento de bagagem;
  • Um casaco, manta ou cobertor;
  • Um guarda-chuva ou bengala (não pontiagudos);
  • Máquina fotográfica, laptop ou binóculos;
  • Material de leitura para viagem;
  • Alimentação infantil para consumo durante a viagem;
  • Muletas ou aparelhos ortopédicos utilizados pelo passageiro;
  • Instrumentos musicais (contanto que possam passar pelo raio – X);
  • Um carrinho de bebê dobrável, uma cesta ou um bebê conforto.

O que não pode ser levado em voo internacional

Por motivos de segurança, não podem ser levados armas e réplicas; objetos pontiagudos, cortantes ou com ponta arredondada que possam ser utilizados para causar ferimentos; substâncias inflamáveis, tóxicas ou químicas.

Há restrição para transporte de líquidos de toda a natureza, como creme dental, shampoo, perfume, entre outros. Eles podem ser carregados de acordo com:

  • Em frascos individuais e vedados, com até 100 ml do produtos, com dimensõesmáximas de 20 x 20 cm.Bagagens em aviões
  • Os frascos devem ser colocados dentro de uma embalagem plástica transparente e vedada.

Se você gostou dessas dicas sobre bagagens em aviões, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

curiosidades