Sintomas da Raiva e precauções

11 demônios malignos citados pelas religiões

O que é raiva canina?

A raiva é uma desordem genética que acontece mais frequentemente em algumas raças caninas, como o Springer Spaniels. Embora não seja possível prevenir essa síndrome, existem precauções que podem ajudar a manter seu cachorro e sua família seguros. Por isso, é importante observar se seu pet está apresentando os sintomas da raiva.

Um cão com raiva demonstra uma atitude muito agressiva sem ter nenhum motivo para isso. Essa doença pouco compreendida possui uma natureza genética.

É importante não confundir a síndrome da raiva com outros comportamentos agressivos dos cachorros que podem ser motivados pelo medo, proteção aos filhotes, possessividade, territorialismo, etc.

O que causa a raiva?

As causas da raiva são genéticas. No entanto, algumas raças tem muito mais probabilidade de desenvolver esse problema do que outras. Os Springer Spaniels são sempre relacionados com essa síndrome. Porém, Cocker Spaniels, Golden Retrievers, Poodles e Dobermans também são raças com maiores probabilidades de desenvolverem a raiva.

É importante destacar que essa síndrome é extremamente rara, mesmo entre as raças que são geneticamente relacionadas com ela.

Sintomas da raiva em cachorros

Os sintomas da raiva podem incluir muitos sinais de regulares comportamentos agressivos que são motivados por tendências normais de agressividade. Isso pode incluir comportamentos para proteger e defender, mas a raiva é diferente porque não existe nada para justificar um ataque.

Na maioria dos casos, os episódios que podem durar minutos ou horas, começam do nada e podem ser focado em qualquer pessoa ou objeto que esteja ao redor do cachorro. O período da agressão pode ser prolongado e costuma ser acompanhado por mudanças de comportamento, como por exemplo, o cão pode mostrar comportamento depressivo.

Os sintomas mais comuns são:

  • mudança de comportamento;
  • depressão;
  • agressão violenta e descontrolada;
  • rosnar;
  • morder e agarrar;
  • mostrar os dentes;
  • curvar os lábios.

Fontes: petcarerx  vetary  petsforhomes

 

Curso de Adestramento de Cães Online → Cursos 24 Horas

Significado de Protagonista   O que é, Conceito e Definição

Curso de Adestramento de Cães Online CachorroMuitas pessoas gostam de ter animais de estimação e um dos preferidos é o cão, mas é difícil controlá-los e mudar maus comportamentos. Mas é possível aprender as técnicas profissionais para utilizar e fazer o mesmo se comportar melhor. Se esse é seu desejo poderá fazer o Curso de Adestramento de Cães Online do Cursos 24 Horas e aprender a transformar aquele cão que apronta em um comportado.

Outra coisa que pode ser feita, caso goste muito de animais, é trabalhar com isso.

E, como se sabe, todo conhecimento para um profissional ainda é pouco.

Abaixo vamos falar um pouco mais sobre isso e explicar o funcionamento desse curso para ajudar a educar melhor seu PET ou ganhar dinheiro educando os animais.Curso de Adestramento de Cães Online 24Curso de Adestramento de Cães Online → Cursos 24 Horas

Por que fazer o Curso de Adestramento de Cães Online?

Sabe aquelas horas que você fica nervoso com seu cão e não sabe o que fazer? Já imaginou corrigir esse comportamento de uma forma divertida e que permitisse que você mesmo interagisse com o seu cão?

Quer trabalhar profissionalmente com adestramento?

Se a resposta for positiva para as perguntas acima, então, esse é o curso certo para você.

O mesmo permitirá que você aprenda e aplique técnicas para:

  • Evitar que seu seu animal destrua ou coma objetos em sua residência;
  • Fazer com que ele faça as suas necessidades nos locais corretos;
  • Aplicar treinamentos para cães utilizados em trabalhos;
  • Fazer com quem o mesmo cumpra determinada ordem pré-estabelecida;
  • Você mesmo adestrar seu cão;
  • E muito mais.

E, além disso, receberá um certificado de conclusão do curso totalmente grátis em sua casa que pode ser utilizado para demonstrar qualificação caso deseje trabalhar na área.

Como funciona o Curso de Adestramento de Cães Online?Curso de Adestramento de Cães Online 24

Você acessa o site do curso e matricula-se no mesmo.

Cadastra-se ou faz login na plataforma e paga o valor de R$ 45,00 pelo curso.

A partir disso terá acesso aos materiais das aulas, sendo que conta com várias ferramentas para ajudar o aluno no aprendizado.

Após completar o curso, com um bom aproveitamento nas questões, receberá o certificado de conclusão em sua residência, sem a necessidade de pagar nada a mais por isso.

Não é uma maravilha?

Quais são os materiais de estudo?Materiais Curso Aprenda a Investir na Bolsa de Valores Cursos 24 Horas

Existem várias funcionalidades e materiais que permitem ao aluno aprimorar seus conhecimentos e estar preparado ao término do curso para adestrar cães particulares e, também, adestrar profissionalmente se esse for o desejo do aluno.

As funcionalidades os materiais disponíveis para os alunos são:

  • Vídeo Aulas;
  • Acompanhamento de professores qualificados;
  • Apostilas para download;
  • Fóruns e sites para os alunos tirarem suas dúvidas;
  • Avaliações e testes para avaliar o seu conhecimento e mostrar onde é preciso melhorar;
  • Central de atendimento para auxiliar os alunos;
  • Indicação de jogos e aplicativos para ajudar nos momentos em que quiser distrair-se um pouco.

Esses materiais auxiliam o aprendizado e faz com que o conhecimento seja melhor organizado na mente do aluno.

Tópicos do Curso de Adestramento de Cães Online 

Bom, você vai adquirir muito conhecimento no Curso Online, além de receber um certificado de conclusão do mesmo diretamente na sua residência sem custos adicionais.

Ou seja, só possui vantagens ao comprar o produto e se preparar melhor para educar corretamente o seu PET ou trabalhar na área.

Veja abaixo a lista com os principais tópicos:

Unidade 1 – Abordagem Inicial: o método

  • O que é adestramento canino?
  • Como utilizar o adestramento
  • História do adestramento
  • Cães de trabalho

Unidade 2 – Comportamento Canino

  • Entendendo o cão
  • Entendendo a linguagem corporal dos cães
  • Socialização do cão
  • Regressão no aprendizado
  • Humanização de Cães

Unidade 3 – Alimentação

  • Alimentação Canina
  • Alimentação Natural
  • Necessidades Fisiológicas

Unidade 4 – Adestramento

  • Adestramento tradicional
  • Adestramento com clicker
  • Exercícios de adestramento básico
  • Treinamento avançado de adestramentoCurso de Adestramento de Cães Online 24

Qual o valor e qual a carga horária?

Essa é a melhor parte, o valor é de apenas R$ 45,00, pago apenas uma única vez.

Ou seja, nada de mensalidades, de ter que pagar uma conta todo mês, você apenas paga esse valor e pode fazer todo o curso e, ainda, receber o certificado em sua casa sem taxas adicionais.

A carga horária do curso é de 40 horas, podendo ser cumpridas do jeito que o aluno preferir e no horário que quiser estudar. Você tem acesso vitalício ao mesmo após a compra, podendo baixar apostilas e assistir os vídeos sempre que necessitar. Sendo que a ferramenta garante pelo menos 3 anos de atividade do curso a partir do momento da compra.

Certificado Grátis Entregue na sua casa

Após a conclusão do curso o certificado é enviado para sua casa, através dos correios, sem nenhum custo adicional.

O certificado é válido em todo o Brasil e pode ser utilizado para completar horas em atividades extra-curriculares exigidas em faculdades, contar como atividades em concursos públicos ou ser um diferencial para o seu currículo.

Assim que o curso é concluído, também é possível gerar uma cópia online do certificado, que pode ser impressa e utilizada enquanto o original não chega.

O certificado é impresso em papel especial, de gramatura 180 g/m² (próprio para certificados). Se você precisar que ele contenha alguma informação adicional (como o conteúdo programático, data de início, aproveitamento, etc) basta solicitar quando o curso for iniciado.

O certificado contêm as seguintes informações:

  • Nome e logotipo da instituição;
  • Nome do aluno e do curso;
  • Logotipo da ABED;
  • Carga horária do curso;
  • Mês e ano de conclusão;
  • Código de autenticidade digital;
  • CNPJ e selo holográfico da instituição;
  • Assinatura do diretor;
  • Conteúdo programático do curso.

Veja um modelo do certificado:

Curso Aprenda a falar em público - exemplo do certificado

Ou seja, é uma excelente ferramenta de conhecimento e você ainda ganha a certificação de conclusão do mesmo.

Quais as formas de pagamento que o site aceita?

O site aceita várias formas de pagamento, sendo que é disponível para qualquer pessoa fazer o pagamento e adquirir os conhecimentos necessários para se tornar um excelente adestrador de cães.

As formas de pagamento aceitas pela empresa são:

  • Depósito Bancário;
  • Boleto Bancário;
  • Cartão de Crédito;
  • Débito automático Online dos principais bancos.

Para compras acima de R$ 89,00 é possível parcelar o valor em até 3x sem juros no cartão de crédito, o que facilita a vida de quem deseja comprar vários cursos de uma vez para conseguir mais conhecimentos.

Prós e contras do Curso de Adestramento de Cães Online

Como tudo o que se vende esse material também possui seus prós e seus contras.

Embora seus contras sejam bem irrelevantes, ainda assim é preciso citá-los.

Vamos lá:

Prós

Poderá estudar a qualquer hora, no seu tempo;

Pode estudar de qualquer lugar;

Ganhará um certificado grátis ao término do curso;

Conseguirá entender os principais conceitos e começar adestrar cães de forma particular ou de forma profissional;

Não perderá tempo se deslocando para um local físico;

Não possui mensalidade, paga apenas uma vez e pode fazer o curso.

Contras

Precisa-se de disciplina para poder concluir o curso uma vez que depende só de você;

Precisa de conexão com a internet para acessar as ferramentas do mesmo.Curso de Adestramento de Cães Online 24

Conclusão sobre o Curso de Adestramento de Cães Online

É uma excelente escolha para quem gosta de animais ou quer trabalhar na área, sendo que pode ser útil para corrigir maus comportamentos de cães pessoais, de vizinhos ou, mesmo, de trabalhar com isso e ter um diferencial a mais uma vez que é possuir certificado.

Espero que o Curso de Adestramento de Cães Online do Cursos 24 Horas lhe ajude a adquirir o conhecimento necessário para adestrar cães, conseguir corrigir o comportamento de alguns animais e conseguir uma melhor projeção no mercado de trabalho com esse novo conhecimento adquirido. Qualquer dúvida, sugestão ou reclamação deixe-nos um comentário para que possa ajudar um número maior de pessoas.Curso de Adestramento de Cães Online Cadastre-se

Raças de cachorro que mais atacaram pessoas

2 Stars

Primeiramente, o artigo não quer condenar todos os cachorros de uma raça por causa de alguns incidentes. Cada cachorro tem uma personalidade baseada na sua história de criação. Por esse motivo, entendemos que não existem raças perigosas, existem cachorros que tiveram motivos para se tornarem perigosos. Os dados demonstrados têm um teor puramente estatístico e serve como curiosidades. Por isso o nome do artigo é “Raças de cachorro que mais atacaram pessoas” e não que mais atacam.

Raças de cachorro que mais atacaram pessoas - vários cachorros

Fonte: petelevage

Metodologia da pesquisa

Os dados foram coletados a partir de relatórios policiais, relatórios de associações de cachorros, depoimento de testemunhas, depoimento de vítimas e relatórios hospitalares.

Para a pesquisa foram contados os ataques que resultaram em alguma lesão, o que inclui: fatalidades, perda de um membro ou outras grandes lesões que precisaram de tratamento hospitalar.

Só foram inclusos na pesquisa cachorros cuja raça pôde ser claramente identificada e que eram mantidos como cachorros de estimação. A pesquisa ocorreu no Estados Unidos, no período de 1982 a 2014.

Raças de cachorro que mais atacaram pessoas

Agora que você já entendeu o intuito da pesquisa e a metodologia utilizada, você conseguirá entender melhor a classificação presente nesse artigo:

10 – Doberman

Como o doberman é um cachorro que vive sempre alerta, ele é ótimo para vigiar a casa. Essa raça tem um comportamento mais reservado, se adapta bem a novos ambientes e geralmente se dá bem com outros animais de estimação.

  • Ataques que causaram lesões = 23
  • Ataques fatais = 8

9 – Chow Chow

O chow chow é um cachorro tranquilo e que passa muito tempo deitado. Porém, por ser um cachorro muito protetor, ele se torna um pouco agressivo em alguns raros momentos.

  • Ataques que causaram lesões = 61
  • Ataques fatais = 8

8 – Boxer

Essa raça fica sempre alerta e adora fazer palhaçadas. O boxer é paciente e dócil com crianças. Com estranhos, ele fica um pouco cauteloso, mas ele responde bem as pessoas que querem brincar com ele.

  • Ataques que causaram lesões = 64
  • Ataques fatais = 7

7 – Akita

O akita também apresenta um comportamento parecido com o chow chow. Em alguns momentos ele pode se tornar um pouco agressivo. Como a maioria dos ataques do akita acontecem dentro de sua própria casa, fica evidente que ele gosta de marcar o seu território.

  • Ataques que causaram lesões = 70
  • Ataques fatais = 8

6 – Pastor Alemão

Muitos argumentam que vários ataques do pastor alemão são devido a seu comportamento de brincar com crianças. Comportamento que muitas vezes é mal interpretado pelos pequenos, que acabam maltratando o cachorro em uma reação de pânico.

De todo jeito, o pastor alemão é conhecido por ser muito inteligente e por seu comportamento disciplinar.

  • Ataques que causaram lesões = 113
  • Ataques fatais = 15

5 – Bullmastiff (Bulldog + Mastiff)

O bullmastiff é conhecido por ser dócil, reservado, protetor, corajoso e confiável. Como todo cachorro protetor, ele acaba confundindo algumas situações e isso pode gerar um ataque.

  • Ataques que causaram lesões = 111
  • Ataques fatais = 18

4 – Cão da Serra da Estrela

Esse cachorro fica assustado facilmente e não se comporta bem com movimentos rápidos, altos ruídos e pessoas desconhecidas. O cachorro exibe um comportamento mais dócil nos dois primeiros anos de vida. Após essa idade, ele começa a ficar um pouco mais reservado.

  • Ataques que causaram lesões = 85
  • Ataques fatais = 19

3 – Husky Siberiano

O husky é conhecido por ser um cachorro extrovertido e inteligente. Ele possui uma alta energia e pode destruir a casa, se ele não fizer o exercício adequado. Além disso, o husky é bem sociável e adora demonstrar suas habilidades.

  • Ataques que causaram lesões = 83
  • Ataques fatais = 26

2 – Rottweiler

O rottweiler é um ótimo cão para ser treinado. Ele também é sociável e ótimo para proteger uma casa.

  • Ataques que causaram lesões = 535
  • Ataques fatais = 85

1 – Pit Bull

Muitos cachorros dessa raça são dóceis e se comportam bem com crianças. O pit bull é extremamente corajoso e defende muito bem os seus donos. Existem muitos casos de ataques repentinos do pit bull. Isso faz com que muitas pessoas fiquem com medo da raça.

Como todo cachorro, o pit bull deve ser treinado desde pequeno para melhorar o seu comportamento.

  • Ataques que causaram lesões = 3397
  • Ataques fatais = 295

Você ficou surpreso com algum cachorro da lista de raças de cachorro que mais atacaram pessoas?

Provavelmente, você já deveria imaginar os dois primeiros, devido as notícias que vemos por aí. Mas os outros podem ser uma surpresa.

Apesar dos dados nãos serem coletados no Brasil, toda as raças da lista estão presentes no nosso território. Mais uma vez, só foram contados números oficiais. Por isso, alguns ataques podem ter ficado fora dessa estatística.

Veja outros artigos relacionados ao “Raças de cachorro que mais atacaram pessoas”, em pets.

Fontes: elitereaders  graphiq-stories  dogtime

Quando dar a primeira vacina do seu cão

Quando dar a primeira vacina do seu cãoNeste artigo iremos revelar para você quando dar a primeira vacina no seu cão. Os donos ficam cheios de dúvidas quando sua cadelinha ganha a primeira cria. Quando posso desmamar os filhotes? Quando dar ração para os cãezinhos? Quando começar medicar os filhotes?

Essas e outras inúmeras perguntas surgem nesta situação e neste artigo iremos focar no assunto vacinas. Você sabe quando dar a primeira vacina nos filhotinhos que acabaram de nascer.

Caso queira ir diretamente para alguma parte da matéria, utilize o menu a esquerda “Navegue pelo conteúdo do artigo”.

A primeira vacina do seu cão

A primeira vacina do seu cão, que deve ser dada no filhote é a v8 (ou v10). Ela deve ser aplicada com 45 dias de idade do cãozinho. Essa vacina protegem contra várias doenças e na verdade podem variar entre v8, v10, v11 e v12.

A diferença entre elas é que as v10, v11 e v12 combatem as doenças combatidas pela v8 e mais algumas. A v8 por sua vez protege contra cinomose, hepatitie infecciosa canina, adenovirose, coronavirose, parainfluenza canina, parvirose e leptospirose canina.

Efeitos das vacinas em filhotes

Por serem mais frágeis, os filhotinhos podem ter algumas reações quando vacinados, mas isso não é regra. Geralmente, os sintomas que podem aparecer são: febre, inchaço na região de aplicação da vacina (edema) e prostração (quando o cachorro fica meio desanimado, “pra baixo”, sem energia).

Essas reações porém devem passar num período de 24 horas após a aplicação da vacina. Caso contrário, é necessário que o dono entre em contato com o veterinário para maiores informações.

Demais vacinas

Após a aplicação da primeira vacina, a v8 ou similar, o cãozinho deve tomar o reforço da v8. Os intervalos de aplicação devem ser de 21 em 21 dias em relação a primeira dose. Logo, se o filhote foi corretamente vacinado no 45º dia de vida, a vacina deve ser novamente aplicada no 66º e 87º dia de vida do animal.

Além dessas, o filhote deve tomar a vacina contra raiva ao completar 129 dias de vida. Outras vacinas comuns de serem aplicadas são a contra a leishmaniose ou calazar. Esta porém, geralmente é aplicada apenas em cidades com surtos da doença, que pode ser transmitida para humanos.

As vacinas contra gripe e giárdia também são comuns de serem aplicadas. Geralmente duas doses intervaladas por 15 dias, sendo aplicadas novamente a cada ano, assim como a v8 e a vacina contra raiva.

Se você gostou deste artigo você pode acessar outros semelhantes na seção de Pets da nossa página.

Fontes:

http://tudosobrecachorros.com.br/vacinas/

http://prevethome.com.br/2013/08/vacina-para-caes/

Entenda alguns dos comportamentos caninos

De fato, os cães são um dos animais de estimação mais buscados por nós. Mas você sabe qual o significado dos mais importantes comportamentos caninos? Entender o porque de seu cão estar agindo de uma forma ou outra é importantíssimo para tratar bem do seu melhor amigo.

A maioria dos comportamentos do seu cachorro tem algum significado e podem te ajudar a entender melhor o cão. A seguir iremos abordar algum desses sinais deixados pelo seu animal. As informações são segundo Cesar’s Way.

Caso queira ir diretamente para alguma parte da matéria, utilize o menu a esquerda “Navegue pelo conteúdo do artigo”.

Ofegante

Se o seu cachorro esta ofegante quer dizer que ele esta tentando regular a temperatura do seu corpo. Quando o cão fica com a língua de fora e começa a ofegar, ele está expelindo o calor do corpo para fora através da boca, tentando assim amenizar a temperatura.

Latindo

O latido é a forma de comunicação dos cães e podem significar várias coisas. Essas variações podem ser percebidas pelo dono, a medida que convive com o cão e observa as situações em que se ocorre o latido. No geral, o cachorro late para avisar algum perigo, tentar intimidar ou para indicar a chegada de alguém.

Mastigando

Entenda alguns dos comportamentos caninos

Assim como uma criança, o cão costuma mastigar as coisas para aliviar a dor do crescimento de novos dentes. Este caso acontece para os filhotes. Caso o cão adulto demonstre este tipo de comportamento, pode ser que ele esteja sofrendo ansiedade.

Cavando

O cão cava como um instinto. Geralmente para esconder ou encontrar comida.

Pulando

Geralmente se associa o pulo do cachorro em cima do dono como brincadeira ou alegria. Mas pode ser também o cachorro tentando mostrar relação de dominância sobre o dono.

Conclusão do artigo Entenda alguns dos comportamentos caninos

Esses são apenas alguns dos comportamentos apresentados por cães. Entender esse tipo de condutas são muito importantes para o relacionamento entre o dono e o animal.

Se você gostou deste artigo você pode acessar outros semelhantes na seção de Pets da nossa página.

Fontes:

http://portaldodog.com.br/cachorros/curiosidades/entenda-os-comportamentos-mais-comuns-dos-cachorros/

Conheça as fases da vida de um cão

flowers look like animals people monkeys orchids pareidolia 21

Os cães são os animais de estimação preferido dos humanos. Estima-se que a cada 10 brasileiros, mais de 4 possuem pelo menos um cachorro em casa. O dobro para o caso dos gatos, em que 2 a cada 10 brasileiros possuem um. De fato, os cães são uma paixão para muitos, mas você conhece as fases da vida de um cão? Vamos falar um pouco sobre isso a seguir. Caso queira ir diretamente para alguma parte da matéria, utilize o menu a esquerda “Navegue pelo conteúdo do artigo”.

Conheça as fases da vida de um cão

Primeira fase da vida de um cão, o Período Neo-Natal: até 12 dias

O primeiro período da vida de um cão é o neo-natal. Neste período o filhote é totalmente dependente da mãe para alimentação e necessidades físicas. Nessa fase o cãozinho ainda não ouve, mas pode sentir o cheiro da mãe.

Transição: de 13 a 20 dias

Nesta fase o filhote começa a passar por mudanças. Os olhos se abrem, eles começam a engatinhar e o primeiro dente nasce.

Reconhecimento: 21 a 28 dias

O período de Reconhecimento é a fase da vida de um cão no qual os sentidos da visão e audição do filhote começam a se aperfeiçoar. Ele passa a reconhecer movimentos e objetos.

Socialização: 21 a 49 dias

Nesta fase começam as brincadeiras, a noção de hierarquia e as noções de higiene do animal.

Socialização com Humanos: 7 a 12 semanas

Este período é a fase da vida de um cão na qual o cachorrinho pode seguir para um novo lar. A partir da 7ª semana de vida, o filhote já se relaciona com os humanos e tem mais facilidade para aprender comandos e comportamentos.

Primeiro período do Medo: 8 a 11 semanas

Nesta fase o filhotinho passa a ter receio de determinadas situações. Qualquer experiência traumática neste período pode gerar impacto em toda vida do animal.

Rebelde sem causa: 13 a 16 semanas

Esta é a fase da vida de um cão na qual o animal passa a testar os limites com os donos. Ele pode se tornar mais desobediente, tentar morder e dominar.

Escapadas: 4 a 8 meses

Neste período acontece a chamada “surdez seletiva”, na qual o cão pode ignorar as chamadas do dono.

Segundo período do medo: 6 a 14 meses

O cachorro volta a sentir medo de novas situações nesta fase. Pode acontecer dele se sentir receoso ao se aproximar de pessoas ou coisas.

Maturidade: 1 a 4 anos

Esta é a fase da vida de um cão na qual o animal passa a ter um aumento da agressividade e surgimento das características de dominância e liderança. Esse período varia de raça para raça, dependendo do porte.

Velhice: a partir de 7 anos

É a fase final da vida de um cachorro, onde vários cuidados devem ser tomados para o conforto do cão.

Se você gostou deste artigo você pode acessar outros semelhantes na seção de Pets da nossa página.

Fontes:

http://tudosobrecachorros.com.br/fases-da-vida-de-um-cao/

http://g1.globo.com/natureza/noticia/2015/06/brasileiros-tem-52-milhoes-de-caes-e-22-milhoes-de-gatos-aponta-ibge.html

Quando começar dar ração para os filhotes?

flowers look like animals people monkeys orchids pareidolia 17

Neste artigo iremos falar sobre Quando começar a dar ração para os filhotes? Esta é uma dúvida bastante comum para quem é dono de uma cadela que teve filhotes pela primeira vez. O momento ideal para começar oferecer ração para um filhote de cachorro varia e deve respeitar algumas regras. Caso queira ir diretamente para alguma parte da matéria, utilize o menu a esquerda “Navegue pelo conteúdo do artigo”.

A papinha de desmame

A princípio, os filhotes de cães se alimentam apenas do leite da mãe até a terceira semana de vida. A partir do 25° dia de vida até o 45°, o filhote passa a demonstrar maior interesse por outros tipos de alimentação. Nessa fase, deve ser oferecida ao filhote a papinha de desmame.

A papinha de desmame nada mais é do que um pó que pode ser comprado nos PetShops. Para servir aos filhotinhos, deve-se acrescentar água morna ao pó, que forma um alimento pastoso.

Este alimento é importante, pois é o responsável pela transição na alimentação dos cãezinhos. Isso porque, neste momento, os filhotes já não se sustentam mais com o leite da cadela. Entretanto, ainda não possuem a dentição formada para permitir a ingestão somente da ração.

Caso não se encontre a papinha, ou não seja possível a utilização da mesma, o dono pode utilizar ração para filhotes. Dessa forma, o dono deve bater a ração num processador ou liquidificador, para quebrar os grãos. Após isso, deve-se adicionar água morna para formar um alimento de consistência pastosa, parecido com a papinha.

Momento certo para começar dar ração para os filhotes

A medida que o tempo vai passando, os filhotes já estão habituados com a papinha e passam a mamar menos. Além disso, os dentes começam a aparecer e fazem com que a cadela sofra muito para amamentar. Uma vez que os dentes dos filhotes machucam na hora de mamar. Nesta hora, com os dentes formados, os pequenos cães podem começar a provar a ração sólida. Que devem ser própria para filhotes e com grãos pequenos. Se necessário, é bom triturá-los também. Caso os cãezinhos tenham dificuldade para comer e sejam de pequeno porte. Se você gostou deste artigo você pode acessar outros semelhantes na seção de Pets da nossa página.

Fontes:

http://petcare.com.br/blog/o-que-e-papinha-de-desmame/

curiosidades