Política da China → Sistema político e econômico do país

A Política da China é cercada de curiosidade, em parte por ser um país mais fechado. Outra grande questão é o crescimento econômico que a mesma possui após a abertura do mercado. Mas você sabe como funciona isso tudo integrado a um país que se autodeclara comunista?

Se não sabe, não se preocupe, nesse artigo falaremos um pouco sobre esse tema que é interessante sabermos pois é um conhecimento interessante.

Vamos lá:Sistema da política da China como funciona

Aspectos do sistema da Política da China

A organização do estado da República Popular da China tem sido descrito várias vezes como autoritário, comunista ou socialista. Além disso, ele possui muitas restrições como:

  • Restrição à liberdade de imprensa;
  • Restrição à liberdade de reunião;
  • Restrição à liberdade de manifestação;
  • Restrição à liberdade de movimentação;
  • Restrição aos meios de produção e ao resultado da mesma;
  • Restrição ao uso de internet.

Esses são só alguns dos principais problemas do país.

Claro que nem tudo é ruim, mas é preciso dizer que a liberdade não é uma coisa muito comum em regimes comunistas ou socialistas tal como é no referido país.

Por esses motivos o país é alvo constante de protestos de ONGs e de entidades que pregam a liberdade de pensamento e de manifestação.

As pessoas de lá trabalham muito e ganham pouco, chegando a morrer por excesso de trabalho. Chegando ao número de 1600 mortes por dia em 2014.

Sua relação diplomática com outros países é estável, mas ela se preocupa mais com o próprio país que com opiniões externas ao mesmo. São aliados dos outros países comunistas mas não possui grande afinidade com todos eles.

Como é a organização Política da China?

O país é governado pelo Partido Comunista da China(PCC) e o monopólio do poder é garantido na constituição chinesa.

O atual chefe supremo é o Presidente Xi Jinping; o primeiro-ministro é Li Keqiang.

Existem, ainda, outros partidos no país, mas esses não são de oposição, apenas servem para dar mais autoridade às decisões do PCC, ou seja, são partidos de fachada para que a população se iluda e possa perpetuar o governo do mesmo.

Congresso do país

O Congresso é formado por 2987 delegados que são eleitos por assembleias regionais. Esses delegados possuem mandato de 5 anos.

Todos os integrantes pertencem ao PCC, sendo que não é possível a entrada de outro partido no poder. Isso não é permitido, ideias contrárias a isso não são permitidas.

Economia do país

À partir de 1978 o país deixou o modelo soviético de economia fechada para adotar um modelo mais aberto, fato esse que gerou o grande desenvolvimento que vemos hoje na mesma.

Na economia atual o mercado ainda possui muitas restrições, mas é muito mais livre que outrora foi. Com isso o país se tornou uma das economias mais fortes do munto, fato esse que demonstra que o livre mercado é a melhor solução em todos os tempos.

Claro que a mesma tem muito a melhorar, mas já é um avanço quando olhamos para o passado.

Origem do petróleo e sua formação

A palavra petróleo vem do latim (Petra = rocha + oleum = óleo). Apesar dele ser um óleo, ele é completamente diferente do óleo que vem de fontes vegetais. Apesar de ter vários estudos sobre a origem do petróleo, ainda não existia uma teoria definitiva. Existem várias teorias, entre elas existe uma que é a mais aceita.

origem do petróleo - petróleo jorrando

Atualmente, o petróleo é fundamental para as nossas vidas. Ele impacta diretamente a economia, a política e as necessidades humanas. Por ser muito importante, vários países estão investindo em novas tecnologias para maximizar a extração do petróleo.

Existem duas grandes teorias sobre a origem do petróleo. A teoria orgânica e a teoria inorgânica.

Confira também os outros assuntos sobre geologia.

Origem do Petróleo pela Teoria Orgânica

A teoria orgânica é aceita pela maioria dos especialistas. O óleo e o gás foram formados pelos restos de plantas e animais pré-históricos. Os restos das plantas foram transformadas em carvão e os restos dos animais em petróleo e gás.

Esses restos foram acumulados no fundo do oceano e enterrado sob vários quilômetros de sedimentos. Ao longo de milhões de anos, as camadas de material orgânico foram comprimidas pelo o peso dos sedimentos.

O aumento da pressão e da temperatura juntamente com a falta de oxigênio, transformou a lama, a areia e os sedimentos em rochas, e a matéria orgânica em Kerogen.

Com o passar do tempo o Kerogen ficou mais enterrado e mais aquecido. Essas condições transformaram o Kerogen em petróleo e gás natural.

Argumentos da teoria orgânica

  • A salmoura está presente no petróleo.
  • O petróleo só é encontrado em rochas sedimentares. Não existem relatos do petróleo ter sido encontrado com rochas magmáticas ou metamórficas.
  • O comportamento da luz polarizada no petróleo é semelhante ao comportamento da mesma em todos os óleos orgânicos.
  • As moléculas dos hidrocarbonetos são similares as moléculas da matéria orgânica.

Origem do Petróleo pela Teoria Inorgânica ou Abiótica

Essa teoria fala que os hidrocarbonetos e o carbono foram formados juntos sob altas temperaturas e pressão, muito abaixo da superfície terrestre. Nessa teoria, o óleo e o gás foram formados por reações químicas.

Depois da reação química, o óleo e o gás entraram nos poros das rochas e ficaram acumulados naquelas em que eles não conseguiram sair. De acordo com essa teoria, o petróleo não é uma substância finita.

Existem várias teorias da origem do petróleo que são derivadas da teoria inorgânica.

Argumentos da Teoria Inorgânica

  • A maioria das regiões que contêm hidrocarbonetos ficam próximas de lugares com atividades tectônicas.
  • De acordo com a teoria orgânica, o petróleo é um combustível fóssil. Porém, até hoje nenhum fóssil foi encontrado a mais de 5 km de profundidade.

Qual das duas têm melhores argumentos?

Como já foi dito anteriormente, nenhuma das teorias conseguiram provar que estão 100% corretas. Existem vários estudos tentando comprovar as duas teorias. Todavia, a teoria orgânica é muito mais aceita, porque possui mais argumentos convincentes.

Rochas Magmáticas ou Ígneas → O que são, tipos e exemplos

Nesse artigo vamos falar de um tema muito comum em geografia e geologia: Rochas Magmáticas ou Ígneas.

Aqui você vai ver, entre outras coisas:

Fique conosco nesse artigo e saiba várias informações importantes sobre o tema.

Vamos lá:O que são Rochas Magmáticas como se formam exemplos tipos

O que são Rochas Magmáticas?

São rochas que são produto do resfriamento do magma, substância quente e líquida que encontra-se no interior da Terra.

São também chamadas de ígneas, palavra cuja origem no latim representa fogo.

As mesmas representam em torno de 80% das formações rochosas terrestres.

Quais os tipos de Rochas Magmáticas?

Esse tipo possui duas divisões principais, veja abaixo elas e um pouco sobre características de cada definição:

Intrusivas

Também chamadas de plutônicas ou faneríticas, apresentam sua formação no interior da Terra, ou seja, abaixo da superfície.

Por motivos de formação, esse tipo de rocha apresenta níveis mais elevados de minerais devido à sua formação mais lenta e gradativa.

Extrusivas

Também chamadas de plutônicas ou faneríticas, apresentam formação no exterior da Terra, ou seja, sua solidificação ocorre na superfície terrestre.

Apresenta quantidade menor de minerais, mas é de extrema importância pois permite com que se formem os fósseis e possui uma composição mais rica em massa vítrea.

Sua formação pode ocorre por meio de erupções vulcânicas e causar grandes problemas.

Obs.: Elas ainda podem ser classificadas segundo sua “acidez” e depende da concentração de silício que a mesma contem, a saber:

  • Rocha Magmática Ácida: concentração de silício superior a 65%
  • Rocha Magmática Básica: concentração de silício entre 52 a 65%
  • Rocha Magmática Neutra: concentração de silício entre 45 a 52%

Como se formam as Rochas Magmáticas?

O processo e formação desse tipo de material é bem simples:

  1. O centro do nosso planeta é todo feito de uma substância líquida, extremamente quente e pastosa denominada magma;
  2. O magma dentro da Terra se resfria dando origem às Rochas Magmáticas;
  3. Quando esse processo ocorre abaixo da superfície a mesma recebe o nome de intrusiva e quando ocorre na superfície recebe o nome de extrusiva.

Esses três passos é o processo de formação desse elemento. Não é bem simples de ser entendido?

Exemplos de Rochas Magmáticas

Existem vários exemplos de Rochas Magmáticas ou Ígneas que podem ser citados.

Podem e normalmente são usadas em construções e em várias outras atividades devido às suas características.

Abaixo pode ver alguns dos mais comuns:

  • Granito
  • Diorito
  • Diabásio
  • Basalto
  • Obsidiana
  • Pedra pome
  • Gabro
  • Sienito
  • Riolito
  • Andesito
  • Dacito

Conclusão sobre Rochas Magmáticas

Resumo: Rochas Magmáticas representam certa de 80% da formação rochosa do nosso planeta. As mesmas são formadas pela solidificação do magma, substância líquida viscosa encontrada no interior da terra a grande temperatura. São exemplos: Granito, Basalto e Pedra Pome.

Espero que o artigo tenha sido útil para sua pesquisa e que tenha entendido tudo nesse breve resumo do tema.

Nossa intenção é sempre fornecer conteúdos que sejam úteis para você e para sua pesquisa.

Qualquer dúvida sobre o que são Rochas Magmáticas, sugestão ou correção que deve ser feita nos deixe um comentário para que possamos ajudar um número maior de pessoas.

curiosidades