A reprodução dos Poríferos – forma sexuada e assexuada – Biologia – InfoEscola

Os poríferos, também conhecidos como esponjas, pode-se reproduzir de uma forma sexual ou assexuada, de acordo com as condições do ambiente em que vivem.

A Reprodução Sexual

A maioria dos poríferos são hermafroditas. Os gametas originam nas células chamado de gonócitos, que são derivados a partir de amebócitos (uma célula pertencente ao filo em questão). Os gametas masculinos (espermatozóides) sair da esponja através de um beijo (abertura principal da espongiocele), e em seguida, penetram em outra esponja pelos poros, levado pela corrente de água. Os coanócitos (células ovóides) captura o esperma, transferindo-as para o ovo, localizado na mesogléia, ocorrendo a fecundação. A maior parte das esponjas são vivíparas, e após a fertilização, o zigoto é mantida e passa a receber os nutrientes da esponja, até que haja a liberação de uma larva-se atormentado, que irá nadar, e se fixar no substrato, dando origem a um novo indivíduo.

Reprodução assexuada

Os poríferos possuem uma extraordinária capacidade de regeneração e podem se reproduzir através do processo de brotamento é interno ou externo, regeneração ou gemulação ou por meio de um botão que vai dar origem a uma esponja adulta. Esponjas que se reproduzem pelo processo assexuado, ter o material geneticamente idêntica ao seu pai.

  • Brotamento: o bud é formado por amebócitos aparece no corpo da esponja, e permissão para deixar e levar outra pessoa, ou ficar preso, resultando em colônias.
  • Fragmentação: fragmentos de uma esponja, ainda que pequena, pode dar origem a novas esponjas, devido ao seu alto poder de regeneração.
  • Gemulação: este tipo de reprodução assexuada ocorre necessariamente apenas em espécies dulcícolas. Originam gêmulas no interior da esponja (estruturas de resistência). São formados por células indiferenciadas e rodeado por um envoltório rígido.
A reprodução dos Poríferos – forma sexuada e assexuada – Biologia – InfoEscola
Classifique esse artigo

Deixe um comentário