O que é Sarahah? App de mensagens anônimas

Nos últimos meses o nome Sarahah pipocou na rede, mas voê sabe o que é Sarahah? Sarahah é uma nova rede social que virou febre nos últimos meses. O app tem uma proposta um pouco polêmica: o envio de mensagens e perguntas de forma anônima.

O objetivo é que as pessoas possam assim saber em que aspecto podem melhorar em suas relações com familiares e amigos. Ou seja, a ideia é que as críticas e feedbacks tenham impacto positivo.

O aplicativo está disponível para Android e iOS, além da versão web. O Sarahah um número gigante de downloads nos EUA, ultrapassando até mesmo os números de gigantes populares como YouTube e Instagram, segundo o site de monitoramento de softwares App Annie.

O app lembra o aplicativo Secret, que também permitia postagens anônimas. O Secret, após ter sido usado recorrentemente para cyberbullying e postagens com conteúdo pornográfico, foi excluído. E esse é o motivo da polêmica envolvendo o Sarahah. Será que o app terá o mesmo destino do Secret?

O que é Sarahah

O nome Sarahah é uma palavra árabe, que significa franqueza.

O funcionamento do Sarahah é simples. Ao fazer o download do app e criar uma conta com e-mail e nome de usuário válido, você é redirecionado para o seu perfil. E é nesse perfil que você encontrará as mensagens recebidas e enviadas, e também o link da sua conta.

A busca de usuários é feita somente no campo disponível para pesquisa de contatos, onde você deve digitar o nome de usuário da pessoa que deseja encontrar.

Você tem a opção de não aparecer na lista de pesquisas do app. Ou seja, somente quem tem o link da sua conta poderá acessar o seu perfil e enviar mensagens anônimas.

É permitido que você bloqueie usuários, mesmo sem saber quem eles são. As mensagens enviadas são anônimas, porém, é necessário estar logado para envia-las pelo aplicativo. Já a versão web, por outro lado, permite mandar recados sem estar registrado no serviço.

Caso deseje, é possível banir um usuário ou impedi-lo de enviar novas mensagens, bastando clicar sobre um botão.

Reclamações

A principal reclamação sobre o aplicativo na Play Store e na App Store diz respeito ao direito de resposta. O Sarahah ainda não permite o usuário a responder às mensagens e perguntas recebidas, o que irrita muitos usuários.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Tesla Model 3 – Primeiras unidades entregues

Significado de Despacito   O que é, Conceito e Definição

Houves muitos rumores acerca do novo modelo de carros da Tesla, o Tesla Model 3, o primeiro carro elétrico “acessível” da marca. O primeiro modelo foi direto para a garagem de Elon Musk, CEO da marca.

A primeira produção, que contava com 30 unidades, estava prometida a ser entregue em um evento no dia 28 de julho.

Veja também outros artigos relacionados à Automobilismo e Tecnologias.

Entrega das primeiras unidades do Tesla Model 3

A Tesla, como prometido, finalmente entregou as primeiras 30 unidades do Tesla Model 3. E um detalhe chave foi revelado: o interior do do carro vai ser diferente de qualquer outro no mercado. Há um painel táctil de 15 polegadas, livre de bisel, horizontalmente orientado – e é isso. Sem conjunto de instrumentos e sem exibição heads-up. O resto do que está à sua frente é apenas um painel de instrumentos suave e um pára-brisa.

Elon Musk alertou, no Twitter, desde o lançamento inicial do ano passado, que o interior do Model 3 seria tão espartano quanto o protótipo. Ele acreditou que as pessoas gostariam e que não se importariam com a falta de um conjunto de instrumentos ou HUD.

“Você realmente não precisará olhar para um painel de instrumentos com frequência”, disse Musk durante o evento de entrega do Tesla Model 3. Acrescentando que as pessoas poderão “assistir um filme, conversar com amigos, ir dormir” no novo modelo de carros da Tesla. Se referindo a uma novidade do modelo: piloto automático.

A Tesla havia anunciado no ano passado o Tesla Model 3. O preço será de US$ 35 mil, o equivalente a cerca de R$ 120 mil, preço próximo ao de um sedã de luxo (como os da marca Mercedes e BMW).

As primeiras 30 unidades do Model 3 entregues foram adquiridas na pré-venda aberta em abril de 2016. A maioria dessas unidade foram reservadas por funcionários da Tesla. Para reservar o carro do modelo, era preciso dar um sinal de US$ 1 mil. Segundo  Musk, foram feitas meio milhão de reservas.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

O que nunca dizer a uma mulher

Homens consideram as mulheres complicadas. As mulheres carregam muitos estereótipos, e as diferenças de personalidade e raciocício com os homens podem explicar essa tendência masculina de não entender a mente feminina. Se você é homem e deseja saber o que nunca dizer a uma mulher, não pode perder esta seleção.

As mulheres tem alguns gatilhos para raiva e estresse muito específicos. Sentenças simples e inocentes podem desencadear uma briga ou desconforto. Selecionamos 5 sentenças que você deve evitar dizer a uma mulher.

Veja também outros artigos relacionados à Relacionamentos.

O que nunca dizer a uma mulher

Essa seleção pode parecer familiar se você convive com uma mulher. E se você é mulher, pode admitir que essas sentenças podem incomodar. Saiba o que nunca dizer a uma mulher:

“Você realmente vai comer tudo isso?”

Não diga isso a uma mulher, e nem nenhuma outra variação dessa sentença. É sério! Se o homem repara e controla o quanto e o que a mulher está comendo, ele age como um desagradável controlador e sexista.

Esse tipo de frase pode remeter à mulher ganho de peso, e acredite em mim, você nçao quer dizer a sua namorada ou esposa que ela engordou! A menos que esteja tentando salvar a vida dela ao vê-la comer algo que tem alergia, não diga!

“Se acalme”

Primeiramente: ninguém se acalma após ouvir essa frase. Na verdade, pode ter o efeito contrário, já que com essa frase você está dizendo que a pessoa está descontrolada. Indicar a uma mulher, com qualquer variação dessa frase, que ela precisa ser controlada, é combustível para uma grande chateação.

“Você está agindo como louca”

Nunca diga a uma mulher que ela está agindo como louca. O homem tende a julgar algum comportamento da mulher como sendo ela agindo como louca, quando na verdade ela está ficando emociional de um modo desconfortável para ele. Ou seja, que ele não sabe lidar e entender. Ao ditá-la como louca, meu irmão, você está dando carta branca para que ela aja como uma.

“Você está de TPM?”

Nunca culpe o período menstrual da mulher. É golpe sujo e injusto. E não significa que somente porque são um período em que algumas mulheres ficam mais sensíveis, tristes ou estressadas, que ela só agindo de determinada maneira por causa disso. Você pode realmente estar sendo um idiota e ela quer conversar sobre isso! Ao falar isso, você demonstra para a mulher que a considera com uma dessas caracteísticas estereotipadas no momento  e pode não ser uma boa opção.

“Você está exagerando”

Essa é uma das frases mais perigosas de ser dita. Isso transmite desconsideração com o que a mulher estiver sentindo. Ao dizer isso você está dizendo que a análise dela sobre algo está errada, que ela está lidando com os sentimentos de forma errada.

As mulheres e homens analisam seus sentimentos de formas muito distintas, mas isso não quer dizer que algum dos dois está certo ou errado. Ou seja, não a desmereça!
O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!

E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Homens mais ricos do mundo em 2017

Como surgiu a comemoração do Dia dos Pais?

A Forbes anuncia anualmente a lista dos 10 homens mais ricos do mundo. A lista raramente encontra alterações no ranking, já que não é tão fácil acumular tanta fortuna, não é mesmo? As mudanças mais constantes são nas colocações do ranking e os negócios geridos pelos empresários.

As oito pessoas mais ricas do mundo possuem fortuna acumulada superior a metade da população mais pobre do planeta. Essa informação foi retirada do relatório da Oxfam, publicado antes do Fórum Econômico Mundial. Sendo que o patrimônio líquido dessa metade pobre da população (cerca de 3,6 bilhões de pessoas), equivale a US$ 409 bilhões, valor equivalente à da fortuna dos 8 homens mais ricos do mundo.

Veja também outros artigos relacionados à Curiosidades.

10 Homens mais ricos do mundo

Confira a lista publicada pela Forbes, de 2017:

10° – Bernard Arnault – US$ 41.5 bilhões

Bernard Arnault, francês de 67 anos, é CEO do conglomerado de marcas LVMH, que incluem Bulgari, Louis Vuitton, Sephora, Tag Heuer, Fendi e Christian Dior. São mais de 70 marcas no mundo da moda, além de participação na rede de supermercados Carrefour e Hermes.

9°- Michel Bloomberg – US$ 47.5 bilhões

Michael, estadunidense de 75 anos, é co-fundador da maior empresa de informações financeiras do mundo, que inclusive leva o seu sobrenome: a Bloomberg. A empresa possui filiais em 173 países e é responsável pelo emprego de mais de 20.000 pessoas. Para divulgação e marketing de seus conteúdos financeiros, a Bloomberg utiliza de seus próprios meios: TV a cabo, livros e revistas.

Michel Boomberg foi também prefeito de Nova Iorque, no período de 2002 a 2013.

8°- Irmãos Koch – US$ 48.3 bilhões

David e Charles Koch, irmãos estadunidenses, controlam a maior empresa de capital fechado do mundo, que carregam seu sobrenome. A Koch Industries tem faturamento anual acima de 100 bilhões. David possui 42% das ações da holding e é o vice-presidente de seu irmão Charles.

A Koch Industries que atua nos setores de asfalto, commodity, energia, fertilizante, fibras, finanças, gás, mineral, papel, petróleo, plástico e substâncias. A holding emprega mais de 70 mil pessoas.

7°- Larry Ellison – US$ 52.2 bilhões

O estadunidense é o-fundador e maior acionista da Oracle Corporation, empresa multinacional de tecnologia e informática. A Oracle empresa cerca de 105 mil pessoas e é avaliada em mais de 160 bilhões de dólares.

Larry possui 23% de ações da Oracle e também 46% de ações da NetSuite e LeapFrog Enterprises. Além de seu patrimônio pessoal acumulado em US$ 4.5 bilhões. Ellison possui 98% de uma ilha no Havai, com iate e hotéis, fazendo jus a sua posição no ranking Homens mais ricos do Mundo.

6°- Carlos Slim – US$ 54.5 bilhões

O mexicano chegou a liderar o ranking de homens mais ricos do mundo no período de 2007 a 2012. Carlos, 75 anos, é acionista majoritário, com 43% das ações, da maior operadora de telefonia móvel das Américas, a America Movil, que engloba a Claro, Embratel e Net.

O engenheiro investe ainda em outros setores, como o de minerais (Minera Frisco), financeiro (grupo Inbusa e CaixaBank), tabaco (Philip Morris), midia (Jornal New York Times) e times de futebol (Pachuca, León, Universidad del Fútbol y Ciencias del Deporte e Real Oviedo).

5°- Mark Zuckerberg – US$ 56 bilhões

O estadunidense de 31 anos ocupa essa posição no ranking graças a criação da maior rede social do mundo: o Facebook. Criada em 2004, Zuckerberg foi um dos fundadores, na época com apenas 19 anos.

Seu patrimônio disparou com o crescimento e entrada do Facebook na bolsa de valores Nasdaq. Recentemente Zuckerberg anunciou o plano de doar 99% de suas ações para caridade durante sua vida.

A marca também adquiriu outras empresas em ascensão, como a Oculus, WhatsApp e Instagram.

4°- Amâncio Ortega – US$ 71.3 bilhões

O espanhol de 78 anos, é o mais rico habitante da Europa. Ortega possui 59% de ações no grupo Inditex, maior varejista têxtil do mundo e é dono das marcas de grife Zara, Massimo Dutti, Oyshio, Pull and Bear, Stradivarius. Suas marcas possuem mais de 5.000 lojas em mais 77 países, incluindo 35 no Brasil. Possui grande patrimônio pessoal, avaliado em US$ 1.4 bilhões, a maioria em imóveis.

3°- Jeff Bezos – US$ 72.8 bilhões

O fundador e CEO da Amazom.com possui 52 anos e é formado em artes. A empresa de comércio eletrônico foi fundada em 1994, tendo seu site lançado em 1995 com apenas 20 livros a venda.

O estadunidense adquiriu a Alexa Internet, A9.com, a Internet Movie Database (IMDb) e o The Washington Post.

2°- Warren Buffett – US$ 75.6 bilhões

Com 84 anos, é um dos maiores investidores do mundo. O diferencial desse estadunidense para os outros bilionários desse ranking está no fato de que ele não fundou nenhuma grande empresa.

Buffett possui grande faro para investir nas empresas corretas. Através da holding Berkshire Hathaway, ao qual é dono, controla participações em diversas companhia de infraestruturas, como gás, energia elétrica, ferrovias e empresas multinacionais que renderam acima do esperado, como Coca-cola, Gilette, American Express e Walt Disney.

1°- Bill Gates – US$ 86 bilhões

Mundialmente conhecido, Bill Gates é o maior filantropo do mundo, e ainda carrega outros títulos como agnóstico, magnata e o homem mais rico do mundo. Com 59 anos o norte-americano já esteve no topo desse ranking 16 vezes.
Apesar de ser reconhecido pela mpresa Microsoft, Gates possui apenas 5% da empresa e se aposentou da presidência da Microsoft para cuidar da Fundação Bill e Melinda Gates, projeto que direcionou mais de 30 bilhões em causas sociais e humanitárias.

Seu maior patrimônio são as ações gerenciada pela holding “Cascade Investment”, que incluem empresas como a Coca-Cola, Televisa, Ecolab, Companhias de ferrovia, hoteis e resorts.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Moluscos – Características e Classificação

10 460938439

Os moluscos  são animais de composição frágil. Possuem corpo mole, mas a maioria deles possui uma concha que protege o corpo e evita a perda de água. Nesse grupo, estão o caracol, o marisco, o caramujo e a ostra. Há também os que apresentam a concha interna e reduzida, como a lula, e os que não têm concha, como o polvo e a lesma, entre outros exemplos.

Os moluscos vivem em ambientes aquáticos marinho ou de água doce e no meio terrestre úmido. Seu filo, o Mollusca, é o segundo maior em número de espécies, atrás apenas dos artrópodes. São cerca de 50 mil espécies.

Veja também outros artigos relacionados à Biologia.

Características dos Moluscos

Os moluscos tem o corpo dividido em:

  • Cabeça: onde são encontrados os órgãos dos sentidos.
  • Pé: responsável pelos movimentos. Em alguns animais, os pés podem ser substituído pelos tentáculos, como, por exemplo, o polvo.
  • Massa visceral: onde encontram-se os órgãos.

Alimentação e Sistema Digestivo

O sistema digestivo dos moluscos é completo, com boca e ânus. O alimento é conduzido pelo tubo digestivo, onde sofre a ação de enzimas. O sangue distribui os nutrientes pelo corpo.

Nas espécies cefalópodes e gastrópodes, encontra-se a rádula, semelhante a uma língua com dentes afiados. A rádulo é utilizada para raspar os alimentos.

Sistema Respiratório

Apresentam diferentes tipos de respiração, devido aos diferentes tipos de ambientes em que são encontrados.

  • Respiração branquial: realizada pelos moluscos que vivem na água, como os polvos, lulas e ostras.
  • Respiração pulmonar: realizada pelos moluscos que vivem em ambiente terrestre, como os caracóis.
  • Respiração cutânea: realizada pelos moluscos que vivem na terra, com as lesmas.

Sistema Circulatório

Responsável por distribuir os nutrientes e oxigênio dos sistemas digestivo e respiratório. O sistema excretor relimina resíduos metabólicos.

O sistema circulatório é aberto, e o coração encontra-se dorsalmente na massa visceral.

Sistema de Reprodução

Os moluscos tem reprodução sexuada, com fecundação interna ou externa. Em sua maioria, apresenta sexos separados, com exceção dos bivalves, que são hermafroditas.

Na fecundação externa, os machos liberam os espermatozóides e as fêmeas liberam os óvulos diretamente na água, onde os dois gametas se encontram. No caso da fecundação interna, os espermatozoides são liberados dentro do corpo da fêmea.

Classificação dos Moluscos

Os moluscos se dividem em três grandes classes: gastrópodes, bivalves e cefalópodes. Apresentam grande diversidade de formas e tamanhos.

Gastrópodes

São os moluscos que possuem concha em espiral constituída por uma única peça. Exemplos: caracóis, caramujos e lesmas. Representam o maior grupo dos moluscos.

A massa visceral dos gastrópodes fica no interior da concha, constituindo uma única peça.

Bivalves ou Pelecípodes

São moluscos de ambiente marinho, formados por duas conchas articuladas e unidas por um ligamento. Exemplos: mariscos, ostras e vieiras.

Entre as duas conchas fica o corpo do animal, constituído pelo pé e pela massa visceral. Os pés dos bivalves é pequeno ou ausente.

Cefalópodes

São os moluscs que não possuem concha, ou ela é interna. Exemplos: polvo, lula e náutilos.

São os moluscos mais complexos, possuem sistema nervoso bem desenvolvido e seus olhos são semelhantes aos dos vertebrados.

Na cabeça dos cefalópodes encontra-se tentáculos, sendo oito nos polvos e dez nas lulas. Os tentáculos têm ventosas que podem servir para capturar uma presa ou prender o animal a uma rocha.

O polvo possui uma glândula de tinta, que é ligada ao intestino. Essa glândula tem o objetivo de confundir o predador e facilitar a fuga do animal, caso seja atacado.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Indústria Têxtil – Como funciona

Significado de Fisiopatologia   O que é, Conceito e Definição

Você já pensou em com são fabricadas as nossas roupas? Todo o sistema para fabricação de vestimentas tem um nome: Indústria Têxtil.

Para artigos semelhentes em Curiosidades.

Um pouco da história da Indústria Têxtil

Com a evolução do tempo e do homem, a indústria foi crescendo cada vez mais. Com espaço e interesse em diversas áreas, o desenvolvimento da indústria contribuiu para o desenvolvimento de vários países, tidos como potências.

Com a Primeira Revolução Industrial, no final do século XIX, a indústria teve uma potencialização no seu crescimento, iniciado no século XVII. As indústrias, na época da Primeira Revolução Industrial, que ocorreu na Inglaterra e se espalhou para outros países, utilizavam o vapor como meio de locomoção das máquinas para a fabricação dos produtos.

Na Segunda Guerra Mundial, com o avanço da tecnologia, passou-se a utilizar a eletricidade e o petróleo.

Posteriormente, em 1970, na chamada Terceira Revolução Industrial, ocorreu a industrialização por meio da informática, que revolucionou o mercado. O meio informático é presente até hoje no mundo industrial e supera cada vez mais desafios com grandes avanços, trazendo tecnologia e inovação para o meio.

A indústria é uma atividade econômica que proporciona meios de produção de produtos através de matérias-prima. Todo processo industrial envolve maquinário (equipamentos necessários) e mão-de-obra. é uma atividade econômica que gera empregos direta e indiretamente e impulsiona o comércio.

Existem diversos tipos de indústrias: a de bens de produção, de bens de consumo e de bens intermediários. É desse modo que são fabricados praticamente todos os produtos que utilizamos diariamente, inclusive nossas roupas.

Como funciona a Indústria Têxtil

Todo produto é feito da matéria-prima, assim como as roupas. Uma das matérias-prima mais conhecidas na fabricação de roupas é o algodão. é utilizado na fabricação de peças como, por exemplo, camisetas, blusas e calças.

Para ser utilizada na fabricação de roupas, a matéria-prima passa por um longo processo industrial. Ela precisa ser transformadas em fios. As indústrias de fiação e tecelagem produzem os fios para fabricar o tecido. Os quais existem de diversos tipos, como a seda e o linho. E os tecidos são usados na confecção das roupas.

O algodão, por exemplo, é o fruto do algodoeiro que amadurece e se abre, revelando a principal matéria-prima da Indústria Têxtil. Antigamente, a colheita do algodão era feita manualmente pelos trabalhadores do campo. Atualmente, ela é feita com máquinas e equipamentos.

São muitos os profissionais no campo da moda. São estudadas as tendências, cores, os formatos para criar novos design e estilos para as estações. Esse profissionais criam os moldes, cortam os tecidos, montam a peça, além de pintar, misturar cores, estampas, brilhos e tudo o mais necessário para a produção de peças de roupas. São eles: estilistas, costureiras e alfaiates.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Civilização Persa – Economia e Sociedade

Significado de Cromatina   O que é, Conceito e Definição

A Pérsia situava-se ao leste da Mesopotâmia, no extenso planalto do Irã, entre o golfo Pérsico e o mar Cáspio. Possuía poucas áreas férteis, devido ao seu relevo desértico e montanhoso. Mas como era a economia e sociedade da civilização persa?

Confira mais artigos semelhantes em História.

Império persa

Com o intuito de obter riquezas e desenvolvimento, o príncipe persa Ciro, o Grande, deu início ao expansionismo persa. Em pouco tempo, se apoderou de uma imensa área.

Para garantir a unidade do território e a manutenção de seu poder, Dário I, um dos sucessores de Ciro, dividiu o Império em várias províncias, chamadas de ‘satrapias’, e nomeou altos funcionários (os sátrapas) para administrá-las.

O Império Persa, iniciado no território pertencente atualmente ao Irã, teve seu auge de 550 a 330 aC. A única outra civilização a superar seu tamanho e poder foi o Império Romano. O poder dos persas era bem conhecido. Eles permititram que muitas culturas diferentes vivessem e prosperassem dentro de suas fronteiras, mas mantinham um governo centralizado.

Economia Persa

A principal atividade econômica da civilização persa foi a agricultura, que aliada à existência de estradas bem conservadas serviu de estímulo para o comércio, o que também acabou incentivando o artesanato.

Devido ao seu tamanho incrível, o status geral da economia persa foi incrivelmente variado. Em seu auge, o Império Persa incluía civilizações economicamente avançadas, como os egípcios, os fenícios e os babilônios, bem como algumas civilizações que ainda passavam de um palco tribal, como os líbios e os nubianos. Como organizar uma economia com tantos estilos e culturas diferentes?

Agricultura no Império Persa

O Império Persa obteve grande parte da sua riqueza através de suas culturas prolíficas. Mesmo algumas das cidades mais urbanas do império basearam-se na agricultura. A cevada era o principal cultivo de cereais da agricultura persa, sendo facilmente cultivada na maioria das áreas do império. No entanto, houve muitas outras culturas cultivadas em diferentes regiões. A produção de vinho também se tornou uma das commodities mais comuns da Pérsia.

Os programas governamentais trabalharam para expandir a produção agrícola no império. O dinheiro do governo foi investido na melhoria da irrigação, na qualidade das culturas e nas últimas técnicas agrícolas.

Não se tem conhecimento de como o território foi dividido para atividades agrícolas. Dado o tamanho do império, decidir como dividir e usar a terra deve ter sido uma grande responsabilidade.

Ao conquistar territórios, uma quantidade significativa da terra era apreendida pelo governo persa. Essas terras eram dadas aos soldados que serviram nas forças armadas persas como recompensa pelos seriços prestados. Eles podiam cultivar ou alugar essas terras.

Nas regiões que antigamente pertenciam ao Egito e à Babilônia, situava-se o setor Civilização Persaeconômico, dirigido principalmente pelas autoridades religiosas, que controlavam a maior parte da terra do estado. No entanto, sem trabalhadores agrícolas próprios para cultivar a terra, as autoridades religiosas alugaram as terras para as famílias da região.

Durante o governo de Dario I, mais famoso rei do Império perda, foi criada uma moeda-padrão, o dárico.

Fim da civilização persa

 

O fim do império se deu, principalmente, devido a conflitos, golpes e intrigas políticas, o que dificultava o controle do império pelos líderes. Além das derrotas nos conflitos Greco-Pérsicos.

Em 330 a.C, Alexandre Magno tomou todo o Império Persa e o subjugou, dando fim a era da civilização persa.

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Grau do substantivo – Flexões de Grau

Substantivo é uma classe gramatical de palavras variáveis, que denominam os seres. Além de objetos, pessoas e fenômenos, os substantivos também nomeiam lugares, sentimentos, estados, qualidades e ações. O substantivo possui uma propriedade denominada Grau do Substantivo, vamos entender melhor?

Veja também outros artigos relacionados à Língua Portuguesa.

Grau do Substantivo

As Flexões de Grau do Substantivo expressam variações de tamanho, sendo aumento (grau aumentativo) e diminuição (grau diminutivo).

O grau aumentativo, em algumas situações e dependendo do contexto e do sufixo utilizado, pode indicar exagero, depreciação ou afeto. E o grau diminutivo, dentro das mesmas circunstâncias, pode indicar moderação, afetividade ou desdém.

Formação do Grau

A formação do grau do substantivo pode ser de forma analítica e sintética. Confira:

Analítico

Na forma analítica, o grau do substantivo é dado através do acréscimo de um ajetivo que indique o aumento ou diminuição do mesmo.

Para aumento pode-se utilizar adjetivos como enorme, grande e imenso. E para diminuição utiliza-se ajetivos como pequeno, minúsculo e insignificante.

Exemplos:

  • Prato grande – Prato pequeno
  • Pedra colossal – pedra minúscula
  • Trabalho enorme – Trabalho insignificante
  • Vaso enorme – vaso fino

Sintético

Na forma sintética, o grau do substantivo é dado através do acréscimo de um sufixo, que indicará o aumento ou diminuição.

Sufixos Aumentativos

Os sufixos que denotam aumentativo são, principalmente:

-ão -aça -aço -alha -ão -alhão -arão -zarrão -arrão -eirão -zão -arra -ázio -ona -orra -uça -aréu

Confira um exemplo para cada sufixo demonstrado, respectivamente:

cabeção, barcaça, balaço, muralha, povão, medalhão, casarão, homenzarrão, gatarrão, ribeirão, pezão, bocarra, copázio, vozona, cabeçorra, dentuça, fogaréu

Sufixos Diminutivos

Os sufixos que denotam diminutivo são, principalmente:

-acho -ebre -eco -ejo -elho -eto -eta -ete -ico -im -inho -inha -zinho -zinha -isco -ito -ita -oca -ola -ote -ucho -ulo -ula -ela -zito

Confira um exemplo para cada sufixo demonstrado, respectivamente:

riacho, casebre, jornaleco, lugarejo, rapazelho, livreto, saleta, filete, namorico, espadim, dedinho, janelinha, pezinho, irmãzinha, chuvisco, mosquito, senhorita, engenhoca, bandeirola, velhote, papelucho, glóbulo, radícula, ruela, pezito

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Complemento Verbal – Objetos Diretos e Indiretos

A língua portuguesa pode muitas vezes ser confusa quanto à análise sintática. Por exemplos, há verbos que necessitam de um complemento para que seu sentido seja completo. É o chamado complemento verbal. Vamos entender melhor como eles funcionam?

Veja também outros artigos relacionados à Língua Portuguesa.

Complemento Verbal

Para você entender melhor, vamos analisar a seguinte sentença:

Necessitamos de um médico agora.

Pode-se observar que o verbo “necessitamos” não teria um sentido completo sem o complemento, no caso, “um médico”. Logo, como completa o sentido de um verbo, o termo “um médico”  é um complemento verbal.

Os complementos verbais podem ser classificados em:

Objeto Direto

O objeto direto complementa o verbo transitivo direto. Ele responde principalmente à pergunta o quê?, indicando assim aquilo que sofre a ação verbal, e não necessita de preposição para estabelecer regência verbal.

Exemplo:

Os alunos leram os textos de português.

Sujeito: Os alunos

Predicado: leram os textos de português.

Verbo transitivo direto: leram (o que?)

Objeto direto: os livros.

Objeto Indireto

O objeto indireto complementa o verbo transitivo indireto. Necessita obrigatoriamente de preposição para estabelecer regência verbal, e responde, principalmente, às perguntas a quem? para quem? e de quem?, indicando a quem se destina a ação verbal. Geralmente vem acompanhado da preposição “de”.

Exemplo:

Eu gosto de música clássica.

Sujeito: Eu

Predicado: gosto de música clássica.

Verbo transitivo indireto: gosto (de que?)

Objeto indireto: música clássica.

Nós obedecemos aos nossos pais.

Sujeito: Nós

Predicado: oobedecemos aos nossos pais.

Verbo transitivo indireto: obedecemos (a quem?)

Objeto indireto: aos nossos pais.

Objeto Direto e Indireto

O objeto direto e indireto complementam os verbos transitivos diretos e indiretos. Os verbos transitivos diretos e indiretos necessitam do complementos dos objetos diretos e indiretos, ou seja, de ambos.

Exemplo:

Minha tia deu uma bolsa à minha avó.

Sujeito: Minha tia

Predicado: deu uma bolsa à minha avó

Verbo transitivo direto e indireto: deu

Objeto direto: uma bolsa

Objeto indireto: à minha avó

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

Objeto Direto e Indireto – Complementos Verbais

A língua portuguesa pode muitas vezes ser confusa quanto à análise sintática. Pode ser complicado identificar o objeto direto e indireto em uma oração, se você não sabe sua conceituação ou até mesmo não a tem tão esclarecida.

Veja também outros artigos relacionados à Língua Portuguesa.

Objeto Direto e Indireto

O objeto direto e indireto complementam os verbos transitivos diretos e indiretos. E por isso são denominados complementos verbais.

Os objetos diretos e os objetos indiretos, complementam, respectivamente, os verbos transitivos diretos e os verbos transitivos indiretos. E os verbos transitivos diretos e indiretos necessitam do complementos dos objetos diretos e indiretos, ou seja, de ambos.

Para entender a função do objeto direto e indireto, primeiramente devemos entender o que é um verbo transitivo direto e indireto.

Verbo Transitivo Direto e Indireto

Os verbos transitivos diretos e indiretos são verbos que necessitam de complementos para completar seu sentido. Em outras palavras, são verbos transitivos.

Como falado anteriormente, há os verbos transitivos diretos e os verbos transitivos indiretos. E o verbo transitivo direto e indireto é uma junção dos dois. Ou seja, ele necessita tanto do objeto direto quanto do objeto indireto para completar seu sentido.

Nos verbos transitivos diretos e indiretos, o objeto direto tem a função de indicar coisas e o objeto indireto de indicar pessoas.

O objeto direto responde principalmente à pergunta o quê?, indicando assim aquilo que sofre a ação verbal. E o objeto indireto, que necessita obrigatoriamente de preposição para estabelecer regência verbal, responde, principalmente, às perguntas a quem? para quem? e de quem?, indicando a quem se destina a ação verbal.

Exemplos de verbos transitivos diretos e indiretos

Confira alguns exemplos de verbos transitivos diretos e indiretos:

  • emprestar;
  • comunicar;
  • influenciar;
  • agradecer;
  • pagar;
  • perdoar;
  • comemorar;
  • informar;
  • oferecer;
  • contar;
  • dar.

Para exemplificar e entender melhor como funciona essa estrutura, vamos analisar duas orações e identificar o verbo transitivo direto e indiretos e os objetos direto e indireto:

  • Minha tia deu uma bolsa à minha avó.

Sujeito: Minha tia
Predicado: deu uma bolsa à minha avó
Verbo transitivo direto e indireto: deu
Objeto direto: uma bolsa
Objeto indireto: à minha avó

  • Eu agradeci o convite ao anfitrião.

Sujeito: Eu
Predicado: agradeci o convite ao anfitrião
Verbo transitivo direto e indireto: dagradeci
Objeto direto: o convite
Objeto indireto: ao anfitrião

O que você achou desse artigo? Se gostou dessa informação, compartilhe com seus amigos e nos deixe uma avaliação!
E para mais novidades não deixe de nos seguir nas redes sociais!

curiosidades