Trabalhar pela Internet: Saiba o que lhe Impede de Ganhar Dinheiro

Significado de Deficiência   O que é, Conceito e Definição

Todo mundo quer uma vida melhor certo? Quer ter mais tempo para a família e uma chance maior de crescer na vida. Talvez seja por isso que você esteja olhando para o mundo digital com olhos de empreendedor, correto? Talvez alguma outra razão tenha trago você até este material, mas no fim das contas todos queremos mudança.

Muitos brasileiros vem buscando formas de ganhar dinheiro online, já que gerar renda usando a web parece ser muito melhor do que não ser valorizado em um emprego. Este artigo então será excelente para você, pois estarei lhe dando dicas preciosas para você começar a trabalhar pela internet de forma eficaz e também lhe revelarei o grande problema que impede a grande maioria de ter resultados, e acredite, você provavelmente é vítima dele e nem sabe.

Mas será que é fácil montar um negócio online? Será que as muitas propagandas que tem por aí prometendo grana rápida e sem esforço são verdadeiras? O que funciona é trabalho duro e comprometimento diário! É claro que um mentor pode lhe ajudar muito pois com um método detalhado você chegará ao objetivo em menos tempo e evitando muitas frustrações.

Trabalhar pela internet
Trabalhar pela internet: O que te impede de Ganhar Dinheiro

Erros que muitos cometem e por consequência não ganham dinheiro

Quase todo mundo conhece o Hotmart, mas para o caso de você ter acabado de se interessar por negócios online, vai aqui uma rápida explicação sobre essa empresa. No Hotmart você tem a possibilidade de ser afiliado de cursos de outras pessoas e receber uma comissão quando consegue realizar uma venda. No momento que você se afilia ao produto você ganha um link para poder promove-lo.

Trata-se de uma parceria bem interessante, mas o iniciante geralmente se perde na hora de promover e acaba fazendo coisas que não funcionam na ânsia de ganhar dinheiro. Algo que vejo com muita frequência são afiliados que usam o próprio perfil no Facebook, lotando-o de propagandas, esperando que os amigos comprem todos os cursos e ele ganhe comissão. Se você faz isso, este é um péssimo modo de promover, não funciona e sua imagem com seus amigos ficará prejudicada.

Em seguida vem o grave erro que está ligado a blog. Começar um website é uma boa ação, mas a pessoa acaba com sua chances de sucesso quando resolve exibir muita propaganda nele. Fugimos de anúncios e quando detectamos que a página tem muitos banners, inconscientemente nos apressamos em sair. Para trabalhar online com blog você tem que se preocupar em atrair público com entrega de valor.

Agora falarei do pior erro, em minha opinião. Alguns fazem por inocência e já outros fazem por que querem ganhar dinheiro a todo custo, não importando se isso signifique se apossar do trabalho de outros. Estou falando aqui da cópia de conteúdo e se você tem artigos que não são seus em seu blog, remova-os já. Essa atitude não lhe beneficia, pelo contrário, apenas lhe faz perder credibilidade com o Google, que não vai lhe enviar tráfego.

Dicas para iniciar o trabalho pelo computador de maneira correta:

  • Estude muito antes de começar a empreender;
  • Emprego e negócio são coisas diferentes;
  • Ganhar muito dinheiro no início não vai acontecer;
  • Se não trabalhar todos os dias os resultados não aparecem;
  • Busque ajudar as pessoas com valor e esqueça a propaganda no começo;
  • Analise outros negócios e outras pessoas do marketing digital;
  • Seja empreendedor e esqueça isso de ”tudo grátis”;
  • Tenha um mentor, alguém com um método eficiente para lhe poupar tempo.

O real e grave problema que torna difícil o sonho de trabalhar pela internet

Para ganhar dinheiro online o iniciante tem que dar muito duro e eu digo isso porque não tenho intenção de fazer ninguém acreditar que o mundo digital é um mar de rosas. Tem muito trabalho envolvido e ainda uma espécie de problema que torna complicado o início.

Imagine essa situação: Um professor de Espanhol! Sua rotina é bem cansativa pois trabalha em duas escolas de idiomas que não são tao próximas de sua casa. Ele, como você, também descobre que pode ganhar comissões trabalhando na internet. Estudando sobre o assunto ele se dá conta de que produzindo conteúdo de dicas em um blog ou canal Youtube com regularidade, conseguirá atrair público, seja do Google ou Youtube. Não demora muito e suas recomendações de cursos começam a surtir efeito e as vendas acontecem, já que seu público adquiriu confiança nele.

Agora, e o iniciante que não tem conhecimento específico em uma área? Como ele atrai público de qualidade se não tem conhecimento para passar em artigos e vídeos? Acredito que isso é suficiente para você perceber o grande problema que as pessoas que estão começando no marketing digital tem. Não é atoa que muitos compram cursos mas terminam o material sem saber por onde começar.

O que fazer então?

Trabalhar pela internet com informação!

Agora é hora de uma dica especial, então leia com atenção. Se você não tem conhecimento específico para criação de materiais, tudo que você tem que fazer e buscar nichos onde a informação tem grande valor. Por exemplo, o que o jornal nacional faz? Ele apenas leva informação as pessoas! Eles não estão lá passando conhecimento, eles ganham dinheiro apenas informando e você pode começar seu negócio online em cima de um modelo assim.

O que eu posso estar lhe recomendando agora, caso tenha visto o potencial da dica mas não consegue pensar em nada para começar, é dar uma olhada no curso Trabalhador Digital: Meu Primeiro Negócio. O treinamento dá um passo a passo e diz ao aluno O QUE FALAR, O QUE ESCREVER, O QUE GRAVAR, COMO EDITAR, COMO PUBLICAR e COMO VENDER. Dessa forma não tem risco de terminar sem saber o que fazer.

Talvez você conheça a pessoa que fez o curso já que ele é bem conhecido online. O nome dele é Danilo Soares e é muito comum encontrar artigos dele no Google já que tráfego é uma de suas especialidades. Essa é só uma recomendação, então não sinta que você deva fazer parte do treinamento do Danilo Soares, ok? Mas se você deseja seguir com a ajuda de um mentor e um método detalhado, que ensina a trabalhar pela internet de forma objetiva, visite o curso Trabalhador Digital: Meu Primeiro Negócio.

Espero que as dicas sejam úteis. Até!

7 lições que aprendemos com o Atlético de Madrid

O Atlético de Madrid conseguiu um feito histórico na terça-feira, conseguiu classificar-se para a final da Champions League após derrotar um dos maiores times do mundo, o Bayern de Munique, após ter ganhado em casa por 1 a 0, os espanhóis foram ao Allianz Arena e perderam pro time da casa por 2 a 1, o que os classificou para a final do campeonato continental devido ao gol marcado fora de casa.

Claro que todos os times podem chegar e ganhar, mas um time com muito menos investimento e menos craques, que já havia eliminado outro gigante na semi-final (Barcelona de Neymar, Messi e Suarez, o famoso trio MSN), quando chega com a força que o mesmo chegou, deve ter algo de especial.

Aqui não quero dar a fórmula mágica e, muito menos, a receita de sucesso deles, pois não tem como saber ao certo o que lhes motivou e como isso ocorreu.

Porém eu quero dar as lições que eu aprendi após a surpreendente classificação da “zebra” para enfrentar o seu rival de Madrid na final. Pra quem não sabe o Real Madrid é o outro finalista e tem tudo para ser uma final espetacular.

Vamos às lições que podemos tirar desse evento:

7 lições que podemos aprender com o Atlético de Madrid
7 lições que podemos aprender com o Atlético de Madrid e aplicar no empreendedorismo

7 lições que aprendemos com o Atlético de Madrid

Vale ressaltar novamente que essa é uma visão pessoal do que eu acho que foi importante e do que eu aprendi com a classificação deles à final.

Claro que todos podem ter suas próprias lições, é muito pessoal, porém sugiro que deixe um comentário caso tenha deixado escapar alguma coisa que poderia estar nessa lista. Também diga o que achou dessas lições e se elas podem realmente ajudar no empreendedorismo.

Dinheiro não é tudo

Algumas pessoas acham que é impossível empreender com pouco dinheiro e isso não passa de uma das mais terríveis crenças limitantes que se pode ter.

A algum tempo atrás eu tive uma conversa com um cara casado com uma costureira (quem cria as roupas) e vende através do Facebook sem gastar nenhum centavo.

Imagine isso, ele não gasta um centavo e sua esposa usa roupas usadas para confeccionar novas, gerando valor às mesmas e consegue ter um bom lucro com isso.

O Atlético de Madrid é um exemplo de que força de vontade é mais importante que dinheiro, o time enfrentou o Barcelona e o Bayern, eliminando os dois gigantes, não que o Atlético não tenha dinheiro, mas é inevitável não fazer a comparação do dinheiro gasto pelo time classificado e pelos dois eliminados.

Se compararmos as folhas salariais isso fica bem evidente: O Real e o Barcelona gastam em torno de R$ 900 milhões anuais com folha salarial, já o Atlético de Madrid gasta em torno de R$ 450 milhões. Claro que são valores exorbitantes de qualquer maneira, porém era de se esperar um desempenho melhor dos times “Gigantes” sobre o Atlético de Madrid, visto que os gastos são o dobro. Porém não é isso que vemos na vida real.

Aqui aprendemos que o importante não é ter dinheiro, o importante são as ações que fazemos com o pouco que temos, além de termos aquela vontade de vencer, a ponto de que as barreiras financeiras se tornem apenas pequenos obstáculos na busca do objetivo de vida.

Trabalhar duro compensa

Não estou dizendo que os outros times não trabalharam, mas o Atlético de Madrid trabalhou muito e bem, logo foi recompensado por isso.

A análise minuciosa que devem ter feito dos seus adversários e os treinos de fundamentos devem ter sido muito bem feitos dados os resultados.

Quem trabalha com seriedade em busca de um objetivo tende a alcançá-lo ou, pelo menos, chegar bem próximo do mesmo.

E dessa forma o Atlético de Madrid chega à grande final para ir com tudo pra cima do Real.

Nem sempre o melhor vence

Ficou claro a superioridade técnica do Barcelona e do Bayern com relação ao Atlético de Madrid, no caso a vitória é mérito deles, não me entenda mal, mas é inegável que o elenco dos dois gigantes é bem mais qualificado.

O que o Atlético faz é anular as qualidades e aproveitar as falhas do adversários, em nenhum momento ele pretende ser o time que joga mais bonito mas quer ser o time vencedor.

Aqui aprendemos que não importa se fazemos as coisas de forma melhor que nossos concorrentes, mas como apresentamos nossos serviços e o conhecimento que temos sobre como implementar corretamente um determinado negócio.

Visão é essencial

No primeiro tempo o Atlético de Madrid foi massacrado pelo Bayern e quase tomou um gol de pênalti que traria maior conforto e, possivelmente, a classificação do time alemão para a final.

Porém o técnico do time, Diego Simeone, teve a visão de que precisava mudar as peças, caso contrário o resultado final seria trágico. Ele fez uma substituição.

E, como num passe de mágica, no começo do segundo tempo, em um contra-ataque, o time conseguiu empatar, dando mais segurança ao time.

Porém logo voltaram a uma situação desagradável pois levaram mais um gol, mesmo assim o resultado que agora estava no placar deu a classificação ao time espanhol.

Aqui aprendemos que temos que ter a visão, ou seja, as ideias que possibilitam a criação de um negócio para tentar resolver algum problema que se tenha e estar disposto a mudar para conseguir superar alguma dificuldade, isso sem desistir do objetivo inicial.

Competência é muito importante

O time do Atlético de Madrid joga de uma maneira particular, maneira essa bem estruturada e que faz o time tomar poucos gols, podendo ser considerada uma retranca.

Para isso eles tem de ser eficientes e competentes na frente, não adianta apenas não tomar gols, para vencer é necessário fazê-los também.

Aqui aprendemos que devemos nos esforçar ao máximo para fazermos bem o nosso serviço pois ele é uma extensão do que somos, o que devemos passar de nós mesmos aos outros é nada menos que a maestria em questão de fazer bem um serviço, isso, é claro, da perspectiva do empreendedorismo.

Acredite sempre

Imagine se o time do Atlético de Madrid não acreditasse em si mesmo e não tivesse a consciência de que poderia chegar à grande final. Não seria um desastre?

Na verdade a pessoa que pensa que não conseguirá algo acabar não conseguindo mesmo.

Fato é que a motivação é essencial para quem quer vencer e os sonhos são a melhor motivação de todas, sonhe alto e acredite sempre em si mesmo.

Se você não acredita em si próprio, por que os outros deveriam acreditar em você? Confie em seus instintos e siga seu coração.

Não subestime ninguém

Todo mundo dava a eliminação do time do Atlético de Madrid como certa, em nenhum dos dois confrontos(contra o Barcelona e contra o Bayern) o time era considerado favorito mas, sim, uma zebra caso passasse de fase.

O time possui uma pequena folha salarial, quando comparado com os gigantes europeus, não possui nenhum jogador que já foi melhor do mundo e, muito menos, nomes consagrados.

Mas, mesmo assim, a zebra correu solta nos dois confrontos e o time “mais fraco” conseguiu subverter a lógica e chegar à final.

O que aprendemos é que todos temos o nosso valor, inclusive uma pessoa que não possui nenhuma capacidade financeira, porém é a forma com que usamos nosso potencial que importa, por isso trate a todos bem e tente ajudar o máximo de pessoas possível.

Conclusão sobre as lições do Atlético de Madrid

Não é necessário se ter muito, ter nome importante ou ser o melhor, mas sim buscar incessantemente os seus objetivos, sem ligar para a opinião alheia.

Deve-se acreditar em si mesmo acima de tudo e tentar fazer o melhor com o que possui. Se te derem limões, faça uma limonada.

Ajude as pessoas e faça de si mesmo um exemplo, viva plenamente e conquiste seus objetivos. Ninguém melhor que você para lhe motivar, tenha em mente que o seu destino depende apenas das suas atitudes e pare de culpar os outros pelos maus resultados.

E você, o que achou das 7 lições que podemos aprender com o Atlético de Madrid? Acrescentaria algo? Deixe um comentário expressando a sua opinião, ficarei muito feliz em lê-la. 🙂

Plágio: Como detectar e combater esse crime online

Estou mais atento às cópias que fazem do meu conteúdo e distribuem pela internet, fiquei espantando com o grande número de indivíduos mal intencionados que utilizam-se do plágio para roubar a propriedade intelectual de quem trabalha para conseguir benefícios.

Isso me deixou indignado e me motivou a escrever esse post para alertar a todos os consumidores de conteúdo desse blog sobre as formas de como podemos detectar e combater esse crime tão comum na internet.

Quero antes dizer que desprezo totalmente essas pessoas que praticam o plágio pois elas não visam agregar valor nenhum para a comunidade web, visam apenas obter benefícios de maneira fácil e ilegal, devendo ser tratados como criminosos.

E o pior, os meliantes nem mesmo tem a intenção de citar a fonte da qual se fez a cópia ou, mesmo, informar ao dono do conteúdo que o fez.

Mas vamos ao conteúdo do post em si para discutir mais sobre isso, caso tenha uma posição ou alguma dúvida deixe um comentário que responderei o mais breve possível.

Como detectar e combater o plágio
Como detectar e combater o crime de plágio online do conteúdo do seu site

Por que o plágio é crime e deve ser combatido

>>> Veja como ganhar dinheiro na internet em vídeo aulas e montar um negócio! <<<

Bom, muitas pessoas dizem ou acham que o “conteúdo intelectual” não deve ter direitos de propriedade e eu até concordo em partes.

Porém acredito que quem deve decidir sobre isso é quem criou determinado conteúdo, caso contrário estará ferindo a liberdade individual que o mesmo tem de distribuir ou não o mesmo.

Se eu crio determinado conteúdo os benefícios que eu recebo com o meu trabalho devem ser apenas para mim, a não ser que eu decida que o mesmo possa ser compartilhado por todos.

Imagine que você pegue uma madeira e a talhe formando uma escultura, o plágio de um conteúdo seria como se uma pessoa roubasse essa escultura de você e não como se ele fizesse sua própria escultura baseada na sua.

Outra coisa a se levar em consideração é que um site que copia conteúdos não está oferecendo conteúdo original, visto que o mesmo já se encontra disponível gratuitamente na internet, sendo assim, não devemos dar credibilidade nenhuma a esses ladrões de conteúdo.

O cara que copia está roubando o seu conteúdo e fornecendo a mesma coisa que você apenas para ter algum retorno com isso sem ter trabalho algum.

Por tudo o que eu disse eu abomino quem faz o uso do plágio para “tentar” se dar bem à custa do trabalho dos outros.

Como detectar o plágio

Bom, detectar o plágio não é nada fácil, principalmente porque o próprio Google já tira das pesquisas alguns dos meliantes que utilizam desse procedimento para roubar quem trabalha de maneira honesta produzindo conteúdos de qualidade.

Vale ressaltar que é impossível rastrear todas as tentativas de plágio de um site, principalmente se o mesmo tiver muito conteúdo, porém é preciso fazer pelo menos uns testes para verificar isso.

Primeira forma de detecção: Pesquisa no Google

O Google é o maior dos mecanismos de buscas e, se um site com conteúdo duplicado é indexado, há a possibilidade da busca de parte de conteúdos do seu site para essa verificação de plágio.

Claro que em alguns casos o Google nem faz a indexação dos conteúdos plagiados e ai é mais difícil de se fazer a detecção pois todas as ferramentas disponíveis utilizam os buscadores como parâmetro de igualdade de conteúdo.

Segunda forma de detecção: Ferramentas anti-plágio

Existem uma infinidade de ferramentas e elas tomam como base os buscados na hora de fazer as buscas contra plágio.

Então a pesquisa no Google é mais eficiente porém é mais demorada, então use as ferramentas porém, para pesquisas mais detalhadas, utilize o gigante das buscas.

Lista de sites detectores de plágio

Plagiarisma

A primeira opção para quem deseja fazer a pesquisa de plagiadores online, com a possibilidade da busca de plágio em vários idiomas e cadastro simplificado podendo ser através do Facebook.

Site: plagiarisma.net

Plagium

É possível pesquisar o plágio mediante a pesquisa de qualquer parte relevante de um texto online. O site checa se ouve alguma cópia do seu conteúdo espalhada pela internet.

Site: plagium.com

Copyscape

Esse é uma das mais famosas ferramentas de detecção de plágio online, basta colocar seu site e pronto, a mágica foi feita.

Site: copyscape.com

Plagiarism Checker

Permite pesquisar e ver se parte do seu conteúdo foi duplicado na internet, é possível se cadastrar por email e receber alertas sempre que for detectada a cópia do seu conteúdo.

Site: plagiarismchecker.com

Plagspotter

Site baseado na Ucrânia e faz a detecção de plágio online do conteúdo de sites e blogs, faz, também, o monitoramento dessa verificação, informando o dono dos direitos intelectuais se ele for plagiado.

Site: plagspotter.com

Dupli Checker

Dá para fazer a pesquisa da duplicação de uma frase ou do conteúdo completo através dessa ferramenta, possui como base de dados vários buscadores.

Site: duplichecker.com

Dustball

Criado e mantido pela Universidade de Maryland, é um detector de plágio focado para o ramo acadêmico mas pode ser usado para fazer a verificação do roubo de conteúdo de sites e blogs também, basta copiar parte de um texto e colar para ver se tem plágio ou não.

Site: dustball.com

Copy Spider

Ferramenta brasileira para a detecção de plágio acadêmico e pode ser usado em documentos de vários formatos como PDF e DOC. Pode ser usado, também, na detecção de plágio de sites e blogs.

Site: copyspider.com.br

Plag Tracker

Detector de plágio que possui uma versão paga e é uma excelente ferramenta, sendo uma das mais completa na verificação da duplicação de conteúdos.

Site: plagtracker.com

Copia e Cola

Ideal para a pesquisa de plágio em trabalhos acadêmicos. Ferramenta completa e pode ser utilizada até por professores para pegar aqueles espertinhos que desejam se dar bem com o trabalho dos outros.

Site: copiaecola.com.br

O que fazer depois do plágio

Após detectar o roubo do seu conteúdo intelectual existem várias etapas a serem seguidas para causar o menor conflito possível entre as duas partes e não ter mais seu conteúdo disponibilizado pela internet sem que seja dado o devido crédito ao produtor(você).

Vale à pena salientar que essas dicas são apenas uma orientação sobre o que fazer, não representando a verdade absoluta sobre como agir nesse caso.

Vamos às dicas:

Dica 1: Entre em contato com quem roubou seu conteúdo

Entre em contato com a pessoa que lhe plagiou e peça para que retire o conteúdo do site dele ou, caso seja do seu interesse, que a pessoa deixe um link indicando de onde retirou aquele conteúdo.

Deve-se pedir educadamente e não agredir a pessoa pois, afinal de contas, é outro ser humano como você apesar do delito.

Dica 2: Entre em contato com a plataforma na qual está hospedado o site

Esse é o próximo passo, caso não consiga a remoção do conteúdo da pessoa que lhe plagiou entre em contato com a empresa que hospeda o mesmo.

É possível ver a hospedagem de um site em www.whoishostingthis.com.

Seja amigável como sempre deve ser com os outros, se pedir com educação é pouco provável que a empresa crie barreiras para a reivindicação da propriedade intelectual.

Dica 3: Entre em contato com o Google para que retire o conteúdo plagiado das pesquisas

O principal problema do roubo de conteúdo é a possibilidade dos ladrões concorrerem com você no Google e, algumas vezes, os meliantes aparecem melhor posicionado que você. Pode isso?

O Google possui uma página especial para quem deseja denunciar o plágio de conteúdo e pode-se acessar o mesmo em https://www.google.com/webmasters/tools/dmca-notice?pli=1&&rd=1.

Dica 4: Entre com um processo legal de danos morais contra o infrator

Caso nenhum dos passos acima surtir resultado, deve-se procurar um advogado para que possa mover um processo contra quem lhe lesar.

É possível processar quem roubou seu conteúdo, a empresa de hospedagem e mesmo o Google caso siga os passos indicados acima mas não consiga fazer com que sua vontade seja respeitada a respeito dos direitos de uso da sua propriedade intelectual.

Claro que esse passo é o mais radical de todos e tem muitos custos, portanto só é necessário chegar ao mesmo caso seu conteúdo seja extremamente relevante e dependa do mesmo para sobreviver.

Como combater o roubo de conteúdo

É muito difícil o combate do plágio, principalmente porque é impossível se prevenir 100% contra o roubo de conteúdo, porém existem táticas que dificultam um pouco mais essa atividade ilícita.

Vou dar abaixo algumas dicas de como conseguir ter seu conteúdo preservado em meio a tantos ladrões de propriedade intelectual da internet.

Dica 1: Desative o Ctrl+C e Ctrl+V em seu site

Quando descobri o plágio dos meus artigos fiquei furioso, porém o empreendedor deve ser um solucionador de problemas e não um lamentador.

Tendo isso em vista, decidi buscas formas de combater o plágio e o bloqueio do cópia do conteúdo é uma das formas mais eficazes, os plagiadores são preguiçosos por natureza e sem o Ctrl+C e Ctrl+V muitos deles desistem do plágio.

Para quem possui site ou blog no WordPress basta instalar o plugin Fantastic Content Protector Free, configurar o mesmo e ser feliz.

Para quem possui projetos no Blogger basta copiar o código abaixo e inseri-lo abaixo do <head> no código HTML do seu site, simples assim:

<script language=’JavaScript1.2′>
function disableselect(e){
return false
}
function reEnable(){
return true
}
//if IE4+
document.onselectstart=new Function (&quot;return false&quot;)
//if NS6
if (window.sidebar){
document.onmousedown=disableselect
document.onclick=reEnable
}
</script>

Um outro código genérico e que pode ser usado em outras plataformas após o <head> é o abaixo:

function disable_copy(hotkey)
{
if(!hotkey) var hotkey = document.body;
if (typeof hotkey.onselectstart!=”undefined”)
hotkey.onselectstart=function(){return false}
else if (typeof hotkey.style.MozUserSelect!=”undefined”)
hotkey.style.MozUserSelect=”none”
else
hotkey.onmousedown=function(){return false}
hotkey.style.cursor = “default”
}

function disableEnterKey(e)
{
if (!e) var e = window.event;
if (e.ctrlKey){
alert(‘Copy protected content!’);
var key;
if(window.event)
key = window.event.keyCode;
else
key = e.which;
if (key == 97 || key == 65 || key == 67 || key == 88 || key == 43 || key == 26 || key == 5)
return false;
else
return true;
}

}

O uso desses códigos não impede o plágio, apenas dificulta o cópia do mesmo. Vale ressaltar que pode ser que em alguns casos os mesmos não funcionem, portanto não é 100% eficaz.

Sugiro que teste os mesmos e diga o que acha como comentário no final do post.

Dica 2: Use uma ferramenta de detecção de plágio

Sempre use ferramentas para detecção de plágio, visto que pesquisar o plágio de um post no Google é uma tarefa árdua e difícil.

É importante nunca descansar pois sempre terá um espertinho de olho no seu conteúdo para tentar tirar vantagens sem trabalhar.

Dica 3: Crie as regras do seu site e deixe explícito que o plágio é crime

Crie uma página para deixar claras as regras do seu site e do seu conteúdo, especificando que a cópia do mesmo é crime.

Caso deseje apenas uma citação se for copiado deixe isso bem claro, os termos de proteção do seu conteúdo você mesmo deve criar.

No meu caso eu não desejo que me copiem mesmo se me citarem como criador original do conteúdo, quero só eu mesmo ter o direito de divulgar o trabalho que eu faço e receber os devidos créditos por isso.

Dica 4: Seja enérgico com os plagiadores

Não sinta pena de quem rouba seu conteúdo e seja enérgico com a cópia do seu conteúdo, ser enérgico é diferente de ser mal-educado, preste atenção nisso.

Nesse caso você tem de fazer de tudo para ter seus direitos preservados e estar disposto a ir até ao último passo para conseguir o seu direito à propriedade intelectual.

Conclusão sobre o combate ao plágio

>>> Veja como ganhar dinheiro na internet em vídeo aulas e montar um negócio! <<<

O plágio é um roubo e, consequentemente, um crime, não devendo ser tolerado no meio online e, muito menos, em qualquer outro meio em que ele possa aparecer.

No meu caso eu ganho a vida com a produção de conteúdos e é revoltante produzir algo que levou tempo em pesquisas e estudos para que venha uma pessoa sem criatividade e copie seu conteúdo sem sequer lhe avisar.

Todos devem combater essa ação porque o combate dificulta a ação de quem age de má fé e não tem a capacidade de produzir conteúdos, tendo que recorrer à esse método ilícito, a finalidade é que isso se reduza a cada vez menos casos em nosso meio e para que as pessoas possam realmente passar a visão delas sobre um determinado tema sem roubar as ideias dos outros.

Plágio é crime e devemos tratá-lo como tal pois não podemos permitir que roubem nosso conteúdo sem que sofram as consequências desse ato. Deixe um comentário sobre isso para que possamos evoluir mais sobre esse tema tão complexo e complicado.